Mi bebé y yo

Tipos de teste de gravidez e sua fiabilidade

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Existem alguns sintomas que podem indicar que uma mulher está grávida, mas não costumam ser claros nem fidedignos. O teste de gravidez pode descartar ou diagnosticar se realmente existe uma gravidez, inclusivamente antes de se dar a primeira falta.

Para saber se está grávida e evitar resultados erróneos, o ideal é fazer um teste de gravidez assim que se confirme o atraso na menstruação.

A opção mais rápida é o teste de gravidez através do exame de urina, que se pode adquirir numa farmácia sem necessidade de receita médica. Estes testes podem dar falsos negativos, do mesmo modo que podem dar falsos positivos, embora tal seja mais raro, de modo que, perante qualquer suspeita que possa haver uma gravidez, deve ir ao médico.

Uma vez na consulta, o médico realiza outra análise de urina, uma de sangue (muito mais precisa e fiável) e encaminha para o ginecologista para realizar uma ecografia que, além de confirmar a existência de uma gravidez, permite acompanhar e avaliar o desenvolvimento intrauterino do bebé.

(Também lhe interessa: Como funciona um teste de gravidez caseiro?)

Como funciona o teste de gravidez

O teste de gravidez mede uma hormona chamada gonadotropina coriónica humana (hCG) que se produz durante a gravidez, aumentando os seus níveis durante o primeiro trimestre. A partir de 10 dias depois de se ter concebido, esta hormona está presente na urina e no sangue das mulheres grávidas.

O teste de gravidez com urina leva-se a cabo aplicando uma gota de urina numa banda química preparada e os resultados obtêm-se num ou dois minutos. Existem dois tipos de teste de gravidez com sangue: qualitativo, que mede se a hormona hCG está presente ou não, ou quantitativo, que mede a quantidade de hormona hCG presente no organismo.

Os resultados obtidos com a análise de sangue são mais fidedignos do que com o teste de urina, mas para a sua obtenção tem de se esperar algumas horas, até mais de um dia.

O nível de hCG vai duplicando, aproximadamente, a cada 48 horas desde que começa a gravidez e ambos os testes de gravidez detetam a presença desta hormona para determinar se existe ou não uma gravidez.

(Também lhe interessa: Teste de gravidez: como e quando fazer)

Confirmação da gravidez

Uma vez confirmada a gravidez, o ginecologista realiza uma ecografia e um exame ginecológico completo. Através da ecografia vaginal podem detetar-se malformações, avaliar o desenvolvimento do feto, bem como o seu crescimento e posição, ver o estado da placenta e do líquido amniótico, calcular o peso do bebé, saber o número de embriões que se estão a desenvolver e até ouvir o seu batimento cardíaco.

Este tipo de testes começou a ser utilizado na década de 70 e, embora a ecografia mais usada seja a bidimensional, atualmente existem ecografias tridimensionais e até as 4D, que permitem ver, em tempo real, o bebé em movimento.

(Também lhe interessa: Ecografia das 12 semanas de gravidez)

Também lhe interessa

Tipos de teste de gravidez e sua fiabilidade | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)