Mi bebé y yo

É seguro usar Primperan durante a gravidez?

( 1 voto) load
facebook twitter whatsapp

A sua gravidez está a ser demasiado incómoda? Sofre enjoos e vómitos continuamente? Se assim for, interessa-lhe saber se pode tomar o medicamento chamado Primperan. Um estudo dinamarquês revelou que o Primperan pode ser tomado durante a gravidez. Passamos a explicar-lho.

Entre os sintomas de gravidez mais habituais, contam-se as tonturas, os enjoos e os vómitos. Nalgumas mulheres sucedem esporadicamente ou têm uma curta duração (apenas durante os primeiros meses da gestação). No entanto, muitas mulheres têm uma gravidez realmente difícil, já que estes sintomas se agravam, prolongando-se até afetarem as atividades diárias habituais. De facto, estas mulheres veem-se obrigadas a ficar em casa, em descanso, e sem poder fazer a sua vida normal, já que ficam incapacitadas para qualquer tipo de tarefa, e nalguns casos chegam mesmo a sofrer uma desidratação.

Perante esta situação, os médicos costumam receitar um medicamento, o Nausefe, uma combinação do anti-histamínico doxilamina com dicloverina e piridoxina. O fármaco foi submetido a testes clínicos que demonstraram não haver um aumento do risco de malformações do feto, no entanto, apenas tem efeito sobre algumas mulheres, outras acabamporse perguntarse poderão tomar Primperan. Este último medicamento é indicado no tratamento de sintomas como os enjoos e os vómitos, assim como nas perturbações funcionais da motilidade digestiva e na prevenção e tratamento das náuseas e vómitos, provocados por radioterapia, cobaltoterapia e quimioterapia. Porém, é seguro tomá-lo durante a gravidez?

Um estudo dinamarquês defende a segurança do Primperan

Efetuada na Dinamarca, esta investigação baseou-se numa amostra de 1.222.503 mulheres grávidas, e concluiu que o Primperan, cujo princípio ativo é a metoclopramida, é seguro durante a gravidez. Os investigadores analisaram os registos dos partos verificados entre 1997 e 2001, em mulheres que tomaram Primperan, e procuraram os possíveis efeitos secundários nos bebés, sobretudo: malformações congénitas, abortos espontâneos e morte fetal. Não foram encontrados dados relativos a malformações congénitas consideráveis, nem foi estabelecida uma relação direta entre o medicamento e o risco de aborto espontâneo.

Graças aos resultados deste estudo, o Primperan mostra-se como uma possível via de tratamento para os enjoos e vómitos sofridos por muitas grávidas. Se é verdade que o melhor é tomar a menor quantidade possível de medicamentos durante a gravidez, as mulheres que sofrem náuseas e vómitos tão intensos que são impedidas de fazer qualquer tipo de atividade e precisam realmente de tomar algum medicamento que evite a desidratação.

Não obstante, este estudo apresenta uma lacuna: não foram avaliadas as possíveis consequências do Primperan nas mães. Sabe-se que o fármaco afeta os recetores de dopamina no cérebro e que pode provocar tremuras e espasmos, pelo qual a sua administração é desaconselhável em menores de 18 anos e em pessoas idosas. Contudo, embora o estudo indique a segurança total do feto, desconhece-se o que pode suceder à mãe que toma Primperan.

.......…

(Também lhe interessa: Sintomas da gravidez)

(Também lhe interessa: Refluxo ou azia na gravidez: como tratar)

(Também lhe interessa: Diabetes gestacional)

 

Também lhe interessa

É seguro usar Primperan durante a gravidez? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)