scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Conjuntivites na criança: infecciosas e alérgicas

A conjuntivite nas crianças é muito comum. Mas nem sempre se trata de um problema de origem viral ou bacteriana e, portanto, contagioso; nalguns casos, deve-se a uma sensibilidade alérgica. Qual é o tratamento para cada caso?

A conjuntivite é um transtorno muito comum durante a infância. Pode ter diferentes causas e, por isso, diferentes tratamentos. Em que consiste e como tratá-la em função do que a origina.

Em que consiste 

A conjuntivite é a infeção ocular mais frequente nas crianças e consiste na inflamação da conjuntiva, uma membrana muito fina que cobre a parte branca do olho e o interior das pálpebras. Pode ser muito contagiosa, afetando especialmente crianças que frequentem a creche, pois o contacto próximo que mantêm uns com os outros torna-os extremamente propensos a contrair infeções causadas por diversos gérmenes.

No entanto, a conjuntivite nem sempre é um problema de tipo bacteriano ou viral, nalguns casos “a culpa” não é da creche, logo, não é contagioso, mas sim devido a sensibilidade alérgica.

Conjuntivite viral e conjuntivite bacteriana 

A conjuntivite viral e a conjuntivite bacteriana são conjuntivites infeciosas, quer dizer que podem ser provocadas por um grande número de vírus e de bactérias, pelo que a criança pode contrair esta doença dos olhos várias vezes, apesar de, a cada ocorrência, ficar imune em relação ao micro-organismo responsável.

Os sintomas das conjuntivites infeciosas são os seguintes:

- Abundante secreção amarelada no interior do olho que, ao acumular-se, particularmente durante a noite, faz com que os olhos fiquem pegajosos e remelentos.

- A esclerótica (a parte branca do olho) adquire uma cor vermelha intensa.

- Em certas ocasiões também se dá um desagradável ardor nos olhos.

- É comum, igualmente, que as crianças afetadas por conjuntivites infeciosas apresentem, ao mesmo tempo, infeções das vias respiratórias superiores, como a otite ou a bronquite.

As conjuntivites infeciosas são altamente contagiosas e é muito difícil preveni-las. O contágio dá-se por contacto (direto ou indireto) com as secreções do olho afetado. Para reduzir a transmissão da doença, é importante ter atenção a algumas normas de higiene, como lavar as mãos após ter tocado na criança e utilizar toalhas ou panos diferentes de cada vez que limpar os olhos da criança.

A conjuntivite alérgica 

Neste caso, a conjuntivite não é provocada por um vírus ou uma bactéria, e sim por uma sensibilidade alérgica.

Os sintomas da conjuntivite alérgica são os seguintes:

- Não se produzem as remelas pegajosas e amareladas típicas das conjuntivites infeciosas, mas sim uma comichão irresistível, pálpebras inchadas e lacrimejar abundante.

- Estes sintomas acentuam-se em contacto com agentes alergénicos, como o pó, o pólen, a poluição, o pelo dos animais, etc.

Para tratar a conjuntivite alérgica, em primeiro lugar, deve lavar frequentemente os olhos da criança com soro fisiológico e administrar-lhe algum medicamento oral, prescrito pelo pediatra, se este achar necessário. Se com estas primeiras medidas não se consegue nenhum resultado positivo, pode recorrer ao uso de colírios especiais. Mas é sempre o pediatra quem deve estabelecer o tipo de medicamento, bem como a sua posologia.

(Também lhe interessa: Dermatite atópica: sintomas, causas e tratamento)

Como limpar os olhos 

No caso da conjuntivite, a limpeza dos olhos deve ser feita da seguinte maneira:

- Pegar em dois pedacinhos de gaze esterilizada e embebê-los em soro fisiológico esterilizado.

- Depois, deve limpar com delicadeza cada um dos olhos da criança, prestando atenção às comissuras, o ponto onde se estancam as secreções infetadas.

- Deve utilizar uma gaze para cada olho, caso contrário corre o risco de transportar as bactérias de uma vista para a outra, piorando o estado da que se encontrar melhor.

(Também lhe interessa: Doenças de crianças)




Também lhe interessa

Conjuntivites na criança: infecciosas e alérgicas | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro