scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo

Otite nas crianças: o que deve saber

( 20 votos) load

A otite é uma das doenças mais frequentes durante a infância e consiste numa inflamação que pode afetar diferentes partes do ouvido. Mas, quais são os seus sintomas? Existem diferentes tipos de otite? Descubra como atua e como agir para a combater.

A otite é uma inflamação que pode afetar diferentes partes do ouvido e muito frequentemente é consequência de uma constipação. No entanto, é bom lembrar que a constipação é contagiosa enquanto que a otite não o é.

Para além da dor de ouvidos, a otite raramente provoca danos permanentes e, quando se manifesta frequentemente, indica predisposição da criança para sofrer reações alérgicas. Por esta razão, o problema deve ser solucionado imediatamente, com o fim de aliviar a dor, mas, principalmente, para que se efetue um tratamento em profundidade, que impeça o seu aparecimento.

A otite pode ser média ou externa

Otite média

A otite média manifesta-se normalmente durante a noite e costuma causar febre. Em muitos casos, a dor de ouvido aparece e desaparece, aparentemente sem nenhum motivo em concreto. Isto deve-se, em parte, ao facto de os nervos do ouvido estarem ligados a outros, existentes por todo o corpo, como por exemplo, os nervos do pescoço, dos dentes, do esófago, da garganta e das amígdalas. Quando uma destas partes sofre um problema, o ouvido pode ressentir-se.

Se não houver infeção, a criança não manifesta sintomas específicos nem febre, ainda que tenha a sensação de ouvido tapado, que lhe causa incómodo e a leva a introduzir o dedo na orelha. No entanto, no caso de se formar pus no ouvido, estamos perante uma otite média serosa: a criança sente muita dor, tem febre, está irritável, não quer comer e pode, até, ter vómitos e diarreia. Por vezes, devido à pressão efetuada pelo pus, o tímpano, a membrana fina que separa o ouvido externo do ouvido médio, pode perfurar. Nessa altura, a dor diminui, a mucosidade é expelida pelo ouvido, e, na maioria dos casos, este é o sinal que indica o início da cura.

Em caso de otite média, quase sempre é necessário recorrer a antibióticos, que devem ser prescritos pelo pediatra.  Se a otite não é resolvida em 10 ou 15 dias, o médico poderá prescrever um segundo ciclo de antibiótico até que a criança se cure totalmente.

- Durante a doença, muitos médicos aconselham suspender o consumo de leite e derivados (iogurte, queijo, etc.) e outros alimentos suscetíveis de gerar alergias, tal como o milho, os mirtilos, os ovos ou os cítricos.

- Para aliviar a dor de ouvido da criança, pode colocar uma botija de água quente, bem enrolada num pano, ou então uma almofada quentinha junto à orelha.

- No caso de se tratar de um lactente, pode pôr-lhe um pano macio e quente na orelhinha para tentar acalmá-lo.

- É importante manter humidade no ambiente do quarto onde a criança com otite dorme. Um ambiente demasiado seco pode irritar as mucosas do nariz e da garganta.

Otite externa

Em caso de otite externa, a criança sente comichão e dor e tem a sensação de que a orelha está tapada. Se tocar ou tapar a orelha, a dor aumenta, já que é provocada pelo canal auditivo externo, inchado, vermelho e sensível. Neste caso, estamos perante uma otite externa ou do nadador.

A sua causa mais frequente são os microrganismos presentes na água das piscinas e o cloro que se usa para os combater. Se forem tomadas algumas pequenas precauções, reduzem-se as possibilidades de infeção.

- Depois do banho, principalmente se a água não se encontrar muito limpa, é necessário limpar bem o canal auditivo da criança, deixando, primeiro, que correr água pelo seu interior e depois secando-o cuidadosamente.

- Também é importante manter as orelhas da criança bem secas. Para que a água escorra do canal auditivo, deve pôr a cabeça da criança de lado e esticar delicadamente o pavilhão auricular em diferentes direções.

- É preciso ter especial cuidado para não introduzir na orelha da criança substâncias irritantes, como sabão ou champô.

(Também lhe interessa: Bronquite infantil: o que deve saber)

Quando deve dirigir-se ao pediatra

É necessário telefonar imediatamente ao pediatra se:

- A dor ou as secreções que saem do ouvido são acompanhadas por vertigens e vontade de vomitar.

- A dor de ouvidos é muito forte e a criança grita de dor ou chora sem motivo.

- A criança tem o pescoço rígido.

- A criança não consegue caminhar normalmente.

- A dor dura mais de duas horas.

- A orelha deita uma secreção purulenta.

- A febre é superior a 38 ºC.

- Os sintomas não melhoram após 48 horas do início do tratamento.

(Também lhe interessa: Doenças de crianças)



big Img
Foto 1 de

|

Não parar o antibiótico
Ainda que a criança se sinta melhor, deve continuar a tomar o antibiótico; caso contrário, a otite pode voltar. 

|

Mais carne
A alimentação da criança deve ser bastante variada e deve incluir uma maior quantidade de carne (as suas proteínas são necessárias à produção de anticorpos).

|

Iogurte para se recuperar
No final do tratamento deve dar à criança fermentos lácteos ou iogurte durante uma semana inteira. Estes alimentos reforçam a flora bacteriana intestinal alterada pelos fármacos. 

Também lhe interessa

Otite nas crianças: o que deve saber | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro