Mi bebé y yo

Qual é a fiabilidade do teste de gravidez

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

O teste de urina para detetar uma gravidez é um método barato, rápido e simples para esclarecer dúvidas quando uma mulher quer saber se está grávida. Normalmente realiza-se no caso de existir uma suspeita de uma possível gravidez ou se tiver algum sintoma, tal como no caso de um atraso do período.

A fiabilidade do teste de gravidez através da urina é determinada pelo momento em que o teste for realizado, pois este deteta a presença da hormona gonadotrofina coriónica humana (hCG). Esta hormona está presente na urina e no sangue das mulheres grávidas.

Depois de o espermatozoide se implantar no óvulo, transcorridos entre sete e nove dias da conceção, a hormona hCG segregada pelo ovo fecundado chega ao sangue.

(Também lhe interessa: Teste de gravidez: como e quando fazer)

Fiabilidade do teste de gravidez

A maioria dos testes de gravidez têm uma sensibilidade de entre 25 e 50. Ul/ml, o que significa que enquanto o nível de hCG na urina não alcançar os 25 m Ui/ml, o teste não vai dar positivo. Para que a produção da hormona alcance esse nível mínimo na urina devem passar cerca de 15 dias a partir do momento da fecundação.

A fiabilidade do teste de gravidez é muito alta quando este é realizado no momento adequado, chegando a ser de mais de 99,5%. Quando um teste de gravidez dá positivo tal significa que se detetou a hormona hCG na urina e existe uma probabilidade muito alta da mulher estar grávida.

Se o teste der negativo existem duas possibilidades: ou a mulher não está grávida ou o teste foi realizado antes do momento adequado e o nível da hormona não alcançou o mínimo que pode ser detetado pelo teste. O mais aconselhável seria esperar 48 horas para realizar um novo teste e, deste modo, dar tempo para que aumente o nível de hCG na urina.

Não obstante, não é habitual o teste de gravidez dar como resultado um falso positivo. Tal pode acontecer nos seguintes casos: em mulheres que estão a fazer tratamentos de reprodução assistida com injeções de hCG, depois do parto, após uma cesariana, depois de um aborto recente, quando se produz uma gravidez ectópica, no caso de síndroma do ovário policístico, numa gravidez anembrionária, onde o óvulo que se fecundou e implantou no útero não se chega a desenvolver, ou numa gravidez bioquímica, na qual a hormona se deteta quando o embrião se implanta mas não evolui e produz-se um microaborto.

(Também lhe interessa: Como funciona um teste de gravidez caseiro?)

Aumentar a fiabilidade do teste

Regra geral, aconselha-se que se esperem um ou dois dias depois da falta da menstruação para que aumente o nível de hCG na urina e melhore a efetividade do teste de gravidez. Se os ciclos menstruais da mulher forem irregulares, é possível que a ovulação e fecundação do óvulo aconteçam mais tarde do que se imagina e o teste dê negativo, embora esteja realmente grávida.

Também se recomenda realizar o teste com a primeira urina da manhã, pois está mais concentrada e contém uma maior quantidade de hCG.

(Também lhe interessa: Tipos de teste de gravidez e sua fiabilidade)

Também lhe interessa

Qual é a fiabilidade do teste de gravidez | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)