O meu bebé

Teste de gravidez: tudo o que deves saber!

Existem alguns sintomas que indicam que uma mulher está grávida, mas não são claros nem fiáveis. O teste de gravidez pode descartar ou diagnosticar se existe realmente uma gravidez, mesmo antes que aconteça a primeira falha de período. Lê aqui tudo o que necessitas de saber sobre testes de gravidez.

A forma mais rápida e eficaz de saberes se estás grávida é fazendo um teste de gravidez. Sabes o que é, quando e como se faz e que tipos de testes existem? Damos-te aqui tudo o que deves saber sobre o teste de gravidez de forma a esclareceres as tuas dúvidas de uma vez por todas. Estar bem informada é fundamental para conseguir ficar grávida.

 

Pareja test embarazo

 

O que é e como funciona um teste de gravidez?

O teste de gravidez é uma prova reativa que mede uma hormona chamada gonadotrofina coriônica humana (GCH) que é produzida durante a gravidez e que aumenta os seus níveis progressivamente durante o primeiro trimestre de gestação.

Dez dias após se ter produzido a conceção esta hormona está presente na urina e no sangue das mulheres grávidas.

Desta forma, o teste de gravidez consegue detetar a hormona que se produz quando a mulher está grávida.

Como funciona o teste de gravidez?

No caso do teste à urina, a prova é feita aplicando umas gotas na tira química reativa do teste, seja submergindo-a num recipiente que contem a urina recolhida ou colocando-a diretamente sob o fluxo de urina.

É preferível utilizar a primeira urina da manhã porque é a que contem uma maior concentração da hormona da gravidez. Não obstante, se o teste for feito após se ter dado a primeira falha do período e a concentração hormonal já for significativa, o teste pode ser feito a qualquer hora do dia. Que mais ter em conta?

  • Se a recolha da amostra for feita corretamente aparecerá um risco na janela de controlo do teste. No entanto, este não é o resultado do mesmo.
  • A seguir, coloca-se a tampa, espera-se dois ou três minutos e então já podemos ler o resultado definitivo: se na janela de controlo surgirem dois riscos o resultado é positivo, ou seja, a mulher está grávida.
  • Caso contrário, se só aparecer um risco, igual ao controlo da amostra, o resultado é negativo.
  • Atualmente existem testes de gravidez de última geração, com grande eficácia e precisão, capazes de detetar a gravidez ainda antes da falta do período, indicando inclusive em quantas semanas vai a gravidez, nos casos positivos.
  • Em qualquer dos casos, para obteres um resultado fiável deves seguir à letra as instruções que acompanham os testes.


No caso do teste de gravidez através de análise ao sangue, a mulher deve deslocar se a um laboratório de análises ou ao seu ginecologista ou maternidade, onde lhe será explicado quais as opções que dispõe para confirmar se está ou não grávida.

Quando fazer o teste de gravidez?

Para saber quando fazer um teste de gravidez, o mais aconselhável é esperar pela primeira falha do período, como já referimos.

Se não és uma mulher com ciclos regulares, suspeitas que podes estar grávida ou notas sintomas de gravidez, podes recorrer aos testes de última geração, à venda nas farmácias, que são capazes de detetar a gravidez ainda antes das datas onde deveria ocorrer a menstruação. Informa-te na tua farmácia.

Fazer um teste de gravidez convencional antes da falha do período poderá levar a um falso negativo, tal como vem indicado nas instruções da maioria dos testes comercializados. Mais à frente iremos explicar-te esta situação de forma mais detalhada.

Tipos de testes de gravidez

Existem dois tipos de testes de gravidez: o teste à urina e o teste ao sangue. Ambos detetam a mesma hormona, a HCG ou GCH. Queres saber qual o melhor teste de gravidez?

O teste de gravidez com urina deteta a presença da gonadotrofina coriónica, a hormona da gravidez muito rapidamente através da análise à urina e pode indicar a gestação poucos dias depois da conceção.

No entanto, salvo em alguns casos particulares, é sempre melhor fazer o teste uns dias depois do atraso. Deste modo, um possível resultado positivo será mais fiável.

Existem dois tipos de testes de gravidez com sangue: qualitativo e quantitativo. O primeiro mede a presença da hormona e o quantitativo mede a quantidade de hormona GCH presente no organismo.
Os resultados obtidos com a análise ao sangue são mais fiáveis e precisos que no teste à urina, mas demoram entre algumas horas a mais de um dia para se obterem os resultados.

O nivel de GCH duplica, aproximadamente, a cada 48 horas desde o começo da gravidez, e ambas as provas de gravidez detetam a presença desta hormona para determinar se existe ou não uma gravidez.

O teste de gravidez caseiro mais eficaz e científico é, como já vimos, o teste através da urina. Dito isto, deves saber que existem outros métodos caseiros para detetar a gravidez que, apesar de não serem científicos nem fiáveis, fazem parte da tradição e incluso da superstição.
Alguns dos testes de gravidez caseiros mais conhecidos são o do azeite ou o do sabão. Se queres saber como funcionam, alem de ficar a conhecer outras formas caseiras de detetar a gravidez carrega no link.

O teste da rã foi muito popular noutros tempos. Nos anos 50 e 60 do século XX era um teste caseiro muito utilizado. O seu método era muito parecido ao dos testes atuais, só que em vez de uma tira reativa utilizava-se uma rã, na qual se injetava a urina da mulher. Se a rã desovasse 24 horas depois era sinal que a mulher estava grávida.

Se a mulher quiser saber se está grávida, mas não quiser, ou não puder, adquirir um teste de gravidez de urina na farmácia ou na Internet, existem outros métodos para detetar a gravidez
Convém realçar que estes métodos são tradicionais, fruto da sabedoria popular, da transmissão geracional e, por que não dizê-lo de “lendas urbanas”, pelo que não são fiáveis a 100 por cento.
Não obstante, muitas mulheres ao longo dos tempos asseguram que funcionaram: são testes como o do azeite, da lixívia, do sabão, da pasta de dentes, etc. Clica no link ara conheceres melhor cada um deles.

Na internet podes encontrar testes de gravidez online que te informam se é possível que estejas grávida, mas que, obviamente, não o podem confirmar.
Mais que testes, trata-se de questionários que a mulher responde, selecionando uma opção de resposta para a pergunta formulada.
Ao terminar o questionário, baseado principalmente nos sintomas mais frequentes da gravidez, obtém-se um resultado que indica a probabilidade da mulher estar ou não grávida.

Seja qual for o resultado, o melhor é consultar o ginecologista.

Em seguida convidamos-te a ver este vídeo onde uma futura mamã põe à prova diferentes métodos caseiros para confirmar a gravidez.

 

#video1#

Fonte: Youtube

 

Qual a probabilidade de um teste de gravidez falhar?

Embora não seja frequente, podem dar-se casos de falsos positivos ou negativos nos testes de gravidez. Como já referimos anteriormente, os falsos negativos são muito mais frequentes que os falsos positivos. Vamos saber porquê!

O caso de um falso negativo

  • Num teste de gravidez o falso negativo é mais provável que o falso positivo.
  • Embora não sejam habituais se o teste for feito de forma e na altura corretas, um falso negativo pode acontecer se a mulher fizer o teste demasiado cedo, antes da ausência de menstruação, quando ainda não há quantidade suficiente da hormona da gravidez no organismo.
  • Além disso, se se fizer demasiado cedo e não se utilizar a primeira urina da manhã, que contem maior concentração da hormona, a probabilidade de um falso negativo é maior.

Os falsos positivos são muito mais raros

  • Por outro lado, convém realçar que os falsos positivos são muito menos frequentes. Quase sempre um positivo é um positivo e indica a presença da hormona da gravidez no organismo.

Doenças e transtornos podem originar falsos positivos

  • Alguns exemplos de falsos positivos que não resultam da existência de uma gravidez, mas sim devido a uma patologia ou um tratamento em curso são: processos de reprodução assistida, o pós-parto, depois de um aborto, no caso de uma gravidez ectópica, bioquímica ou anembrionária, etc.

O que significam os resultados de um teste de gravidez?

O significado do resultado de um teste de gravidez é muito fácil de interpretar, sobre tudo se se tratar do mais comum teste de urina caseiro, aquele que pode ser comprado habitualmente nas farmácias ou na internet.

Dito isto, como podemos saber o que significam os resultados do teste? A seguir, explicamos-te as diferenças básicas entre um teste positivo e um negativo.

Teste de gravidez positivo

Um resultado positivo num teste de gravidez é uma grande alegria, assumindo que pretendes ficar grávida.

Como saber se o resultado do teste é positivo? Muito simples, os testes à urina que se vendem em farmácias ou na internet, aqueles de uso mais comum, têm uma janela de controlo (ver imagens). Esta janela de controlo tem dois marcadores que podem reagir quando em contacto com a urina. O primeiro risco (o controlo) deve aparecer sempre após o contacto com a urina, pois é ele que indica que o teste está a funcionar corretamente.

No entanto, o segundo risco (o do resultado) só aparece no caso de o teste detetar a hormona da gravidez, ou seja, quando o resultado é positivo e, portanto, a mulher está grávida.

 

prueba embarazo positiva

Teste de gravidez com resultado positivo (dois riscos)

Test embarazo positivo

 

Teste de gravidez negativo

Um teste de gravidez com resultado negativo indica que a mulher não está grávida. Como saber se o teste de gravidez é negativo? Muito fácil, como vimos no ponto anterior, sempre que a tira reativa do teste de gravidez entra em contacto com a urina, aparece um risco, que corresponde ao controlo e que indica que o teste está a funcionar corretamente (Ver imagens).

No entanto, se ao fim dos três minutos de espera, não aparecer um segundo risco significa que o resultado do teste é negativo, e que a mulher não está grávida.

Como já referimos, o teste pode dar um falso negativo se for realizado demasiado cedo ou perante determinadas circunstâncias, sejam elas patológicas ou não.

Se, apesar de ter feito um teste à gravidez com resultado negativo, continua sem ter o período e inclusivamente tem sintomas que podem corresponder a uma gravidez, como enjoos, inchaço e dores nos intestinos ou nas mamas, recomendamos-te que consultes o ginecologista que te dirá o que deves fazer.

Além disso, podes fazer um novo teste passados uns dias desde o primeiro. Por exemplo, ao fim de uma semana. Se existir uma gravidez, a hormona HCG aumenta com o passar dos dias, pelo que um teste de gravidez deveria detetá-la.

 

test resultado negativo1

Teste de gravidez com resultado negativo (um risco)

mujer test negativo

 

Quanto custa um teste de gravidez?

Como exemplo, o preço de um teste de gravidez à urina à venda em farmácias oscila entre 5-10 €, na sua versão analógica, e entre 15-20 €, na versão digital, isto falando da marca mais reconhecida nos últimos anos, a norte-americana Clerablue.

  • O preço dos testes de gravidez pode variar muito, se for comprado numa farmácia, na internet, de forma individual, em pack, de una marca mais conhecida, de uma marca "branca", etc.
  • Na internet podem encontrar-se preços muito mais em conta.

Onde comprar um teste de gravidez

Podes comprar um teste de gravidez facilmente nas farmácias.

Não obstante, também o podes comprar na internet, utilizando um motor de busca, onde, além disso, podes encontrar ofertas e promoções de teste de gravidez em pack, uteis para quem está a tentar engravidar e faz testes todos os meses.

A opção dos packs é sempre mais barata e sai em conta se se realizam tetes com uma certa frequência.

 

#video2#

 

Confirmação da gravidez depois do teste

Uma vez confirmada a gravidez, o ginecologista realizará uma ecografia e um exame ginecológico completo. Através da ecografia vaginal, podem-se detetar malformações, avaliar o desenvolvimento do feto assim como o seu crescimento e posição, ver o estado da placenta e do líquido amniótico, calcular o peso do bebé, saber o número de embriões que se estão a desenvolver e inclusive ouvir o seu batimento cardíaco.

Este tipo de exames começou a ser feito na década de 70 e, se bem que a ecografia mais extensa é a bidimensional, atualmente existem ecografias tridimensionais e mesmo as 4D, que permitem ver, em tempo real, o movimento do bebé.

.........

Sabias como e quando fazer um teste de gravidez? Tens experiências e conselhos que queiras partilhar com outros futuros pais? Deixa-nos o teu comentário!

 

Também lhe interessa…