7 semanas de gravidez

7 semanas
De Gravidez
PATROCINADO POR
Semana 7 Semana 7

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO NAs 7 SEMANAs DE GRAVIDEZ

CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO NAs 7 SEMANAs DE GRAVIDEZ

Explicamos-te como evolui o teu corpo com sete semanas de gravidez e como vai crescendo o teu bebé. Vamos ajudar-te a esclarecer todas as tuas dúvidas.

O tamanho do seu bebé esta semana
O tamanho do seu bebé
Arando
arrow arrow
Arando

Já estás na 7ª semana de gravidez!

Durante estas próximas semanas o embrião vai assumir uma forma cada vez mais parecida com a de um bebé.

A guiar este desenvolvimento são três grupos de células: o primeiro irá formar a pele e o sistema nervoso; o segundo, os vasos sanguíneos e os músculos, e o terceiro todo o sistema digestivo.

Não é inacreditável que tudo isto esteja a acontecer dentro de ti?

Na sétima semana de gestação o embrião cresce muito, pois no início da semana mede entre 4 e 5 milímetros do cimo da cabeça às nádegas e no final da mesma duplicou o seu comprimento chegando aos 12 ou 13 milímetros.

 

7 semanas infografia

Grávida de 7 semanas

O embrião continua a ter uma cabeça muito grande comparativamente ao resto do corpo, mas no seu interior o coração dividiu-se em duas câmaras.

Os pulmões têm um brônquio primário para permitir a passagem do ar, o cérebro divide-se em dois hemisférios e vai aumentando o seu tamanho, e começam a aparecer as fossas nasais e as órbitas dos olhos.

A placenta continua o seu processo de estabilização, embora ainda não esteja preparada para servir de fonte de alimentação.

Durante esta semana, os órgãos vitais do embrião, como os pulmões e o intestino, começam a desenvolver-se, o fígado começa a produzir glóbulos brancos e o pâncreas começa a segregar insulina.

Idade do embrião: 5 semanas

O bebé na ecografia: imagens e vídeo, 7ª semana

Gostavas de ver como é um embrião de 7 semanas? Oferecemos-te agora a oportunidade de o ver em movimento e também numa ecografia correspondente à tua semana de gravidez.

 

ecografia bebe semana 7ok

Ecografia de 7 semanas

 

O que muda no seu corpo nas 7 semanas de gravidez

O QUE MUDA NO SEU CORPO NAS 7 SEMANAS DE GRAVIDEZ DE GRAVIDEZ
O que muda no seu corpo nas 7 semanas de gravidez

Nesta 7ª semana de gravidez a flutuação de hormonasque está a acontecer no teu interior pode levar-te a estar mais sensível, irascível ou irritável.

As mudanças de humor também serão constantes e, provavelmente, não vais entender algumas delas, mas deve saber que tudo isso é normal.

Por muito irracional que possas parecer, tu e o pai devem redobrar esforços na comunicação, para manterem a empatia e explicarem um ao outro como se sentem. São momentos que podem pôr à prova a solidez do casal e vale a pena falar do assunto.

Nesta semana pode marcar presença outro dos sintomas próprios da gravidez, o ardor de estômago. O refluxo gastroesofágico, um desconforto que tem a sua origem na passagem dos sucos gástricos muito ácidos do duodeno e estômago para o esófago é causado pela compressão do estômago por parte o útero e pela abertura do esfíncter esofágico inferior. Devido ao aumento da relaxina e da progesterona, a válvula que fecha a entrada do esófago para o estômago permanece aberta nas grávidas, provocando um aumento do refluxo, que ainda irá aumentando à medida que também aumenta o tamanho do útero.

Sem deixar de lado os ardores ou refluxos, é importante referir que as gestantes que têm hérnia do hiato costumam apresentar estes sintomas de forma mais precoce e severa.

De qualquer dos modos, o melhor será evitar pratos picantes ou muito condimentados e tentar não fazer refeições muito copiosas.

É preferível fazer várias refeições ligeiras por dia. Se os sintomas forem intensos, consulta o teu médico, que te poderá recomendar um antiácido com hidróxido de alumínio, trissilicato de magnésio ou ranitidina.

Conselhos e bem-estar nas 7 semanas de gravidez

CONSELHOS E BEM-ESTAR NAS 7 SEMANAS DE GRAVIDEZ DE GRAVIDEZ
Conselhos e bem-estar nas 7 semanas de gravidez

Na 7ª semana de gravidez, durante a primeira ecografia, já se poderá ver o embrião em forma de ponto branco e, no seu interior, o coração a bater. Os aparelhos de ultrassons mais modernos também permitem ver o coração a cores e ouvir os seus batimentos.

O ideal é realizar esta ecografia por via vaginal, pois por via abdominal é ainda cedo para ver o embrião.

Em relação ao calendário de exames diagnóstico e consultas médicas, deves saber que em alguns centros de saúde esta é a semana na qual se faz a primeira consulta ao obstetra.

Nesta, abre-se a história clínica da gravidez, recolhendo os antecedentes médicos pessoais e familiares, bem como a história obstétrica précia: vão perguntar-se por gravidezes e partos anteriores, bem como acerca da existência de abortos ou gravidezes ectópicas.

Também te irão questionar acerca de possíveis hábitos tóxicos e alergias a medicamentos. É também o momento no qual podes expor ao especialista a existência de doenças hereditárias ou malformações na família, tanto materna quanto paterna.

Na primeira consulta vão medir-te a tensão e pesar-te. E este ritual vai repetir-se sempre que fores a uma consulta. O ideal é ganhar entre 1 e 1,5 kg por mês.

Em geral, as mães que têm um Índice de Massa Corporal (IMC) normal são aconselhadas a engordar entre 9 e 14 kilos durante a gravidez; as que têm um excesso de peso até 8 kg e as que são obesas terão de tomar precauções para não engordarem mais de 6 g durante a gravidez.

Nesta altura é natural que os papás se comecem a debater com uma dúvida: quando vão participar aos outros esta bela novidade.

Convém assinalar que se trata de uma decisão muito pessoal, mas também é verdade que optar pela prudência até superar o primeiro trimestre de gravidez (as 12 primeiras semanas, nas quais acontecem entre 15 e 20% dos abortos espontâneos) pode ser uma boa opção.

De todas as formas, partilhar a novidade com os familiares e amigos mais próximos, aqueles com quem depois poderão esclarecer dúvidas ou falar das emoções do momento, ou até falar sobre uma gravidez que não tenha corrido bem, pode ser um excelente caminho.

Ainda assim, também é com que saibas que, no trabalho, não estás legalmente obrigada a comunicar a gravidez até 15 semanas antes da data prevista do parto, mas adiantar esta informação aos teus superiores diretos e a alguns dos colegas de trabalho pode tornar mais tranquilas as frequentes idas à casa de banho (por enjoos, vómitos ou necessidade de urinar mais frequentemente) ou contar com uma maior compreensão se te tens de ausentar em algum dia de trabalho devido a uma consulta ou por não estares bem disposta.

…..

check Sabes se deves comunicar a tua gravidez na tua empresa?

Aqui explicamos-te quais são as tuas obrigações.

Questões laborais importantes na gravidez!

check Se te preocupa a ecografia transvaginal…

Sabes como se realiza este exame? É demasiado invasivo ou perigoso para o embrião? Explicamos-te tudo!

Descobre em que consiste a ecografia transvaginal!

check Quando é que começam a doer os seios?

A dor ou desconforto nas mamas constitui outro dos sintomas de gravidez mais frequentes!

Descobre quando começam a doer as mamas!

check Sabes o que é uma gravidez ectópica?

É importante que estejas informada sobre todas as eventualidades da gestação.

Explicamos-te os sintomas da gravidez extrauterina

 

Receba, a cada semana, a evolução da sua gravidez

Siga a evolução da sua gravidez
Semana a semana!

Proximamente:

Crescimento e desenvolvimento nas 8 semanas de gravidez
Na 8ª semana de gravidez o embrião mede entre 8 e 11 milímetros, aproximadamente. A sua cabeça, onde já se perfilam as orelhas e os olhos e onde se começa a formar a ponta do nariz, é ainda muito grande em comparação c...
Crescimento e desenvolvimento nas 9 semanas de gravidez
Na 9ª semana de gravidez a futura mamã começa a notar a barriguinha, embora o embrião ainda meça apenas 3 centímetros. Nesta semana, as suas mãos e dedinhos das mãos já começam a aparecer a as suas pernas cresce...
Crescimento e desenvolvimento nas 10 semanas de gravidez
A 10ª semana de gravidez é a última do bebé como embrião. Na próxima á será um feto. Todos os seus órgãos já estão formados e no seu lugar, embora ainda levem algum tempo a funcionar com autonomia....