scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Cólicas no bebé: Como identificá-las?

facebook twitter whatsapp

As cólicas no bebé são um problema muito comum durante os primeiros três meses, são a “dor de barriga por excelência” dos lactentes. Mas como saber se se tratam de cólicas ou de qualquer outro tipo de dores de barriga?

As cólicas do bebé são um incómodo típico dos bebés, a “dor de barriga por excelência”. O bebé mostra-se agitado, chora e grita desesperado. Para se defender da dor de barriga, o pequeno encolhe as pernas contra o abdómen e não o conseguimos consolar de modo algum. O bebé fica vermelho e tem, quase sempre, muito ar na barriga. Estes sintomas pioram ao anoitecer e são, frequentemente, a principal causa de insónia para o bebé e para os pais. Mesmo pegando-lhe ao colo, embalando-o e mudando-lhe a fralda, não se obtém qualquer resultado. Passadas algumas horas acalma-se, mas com tendência a dormir com dificuldade e a acordar ao longo da noite.

Nem todas as dores de barriga são consideradas cólicas. Para ter a certeza de que se trata de cólicas, devem observar-se as seguintes condições:

 

É uma cólica do bebé se: 

- O choro do bebé é inconsolável e não há um motivo evidente. O bebé está inquieto, quase fora de si. O choro é prolongado, intenso e furioso e, por vezes, transforma-se em gritos.

- O choro prolonga-se por mais de três horas por dia e surge quase sempre à mesma hora.

- O bebé chora todos os dias e a situação mantém-se para lá de três semanas.

- A cólica manifesta-se entre a segunda e a quarta semana de vida, ou mais tarde no caso dos bebés prematuros.

- Depois de mamar, o bebé arrota, acalma-se, mas depois começa a chorar ou então adormece para logo acordar, passada uma hora, chorando desesperadamente.

- Apesar de o bebé aceitar o peito ou o biberão, o choro reaparece imediatamente a seguir e, muitas vezes, o bebé regurgita (bolsa) o que bebeu (refluxo gastroesofágico nos bebés).

- O bebé demonstra sofrer uma forte dor de barriga e flexiona as pernas contra o abdómen.

- Quando lhe pega ao colo, o seu filho acalma durante alguns minutos, mas depois volta a chorar e nem sequer os mimos o tranquilizam.

- Durante a toma, mama durante alguns minutos mas, logo em seguida, larga o peito e desata a chorar.

- Entre um ataque de choro e o seguinte, treme e tem soluços.

- Fica com a cara avermelhada, apesar de, após um longo período de choro, poder ficar pálido ou arroxeado. A barriga fica dura e inchada. As mãos e os pés estão frios.

Não se tratam de cólicas do bebé se:

- Durante a noite, o bebé chora durante bastante tempo mas, depois de mamar, adormece tranquilamente. Neste caso, o bebé tinha simplesmente fome.

- O bebé chora mas, depois de arrotar, acalma-se. Neste caso, o seu mal-estar devia-se apenas a ar na barriga.

- Pára de chorar se lhe pega ao colo e volta a chorar quando o deita no berço. É porque só precisa de mimos e companhia…

- É algo ocasional, que não se repete todos os dias. Quando o choro é provocado por cólicas, aparece sempre mais ou menos à mesma hora e obedece ao mesmo esquema.

Causas das cólicas no bebé

Até aos nossos dias, ainda não é conhecida com exatidão a causa das cólicas. Acredita-se que sejam causadas por ar acumulado na barriga, mas muitos recém-nascidos têm ar na barriga e nem por isso sofrem de cólicas. Também é completamente falso que se devam a uma eventual angústia da mamã. Do mesmo modo, a hipótese de que se devam ao tipo de alimentação da mãe não está comprovada, uma vez que são padecidas tanto pelos bebés que mamam, como pelos que são alimentados por biberão.

O que fazer em caso de cólicas no bebé

Para aliviar o bebé, pode ser bom que o embale docemente. Deste modo são estimulados os delicados mecanismos do ouvido interno, favorece-se a recuperação do equilíbrio e pode-se atenuar a sua inquietação. Algo que também pode acalmar o bebé é dar-lhe uma leve tisana de camomila com sementes de funcho.

(Também lhe interessa:Lactobacillus reuteri: uma solução para as cólicas?)

(Também lhe interessa: Doenças dos bebés)




Também lhe interessa

Cólicas no bebé: Como identificá-las? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (1)

O meu Benjamin está previsto para 23 de novembro , mas sinto-me já tão cansada, nem conseguir dormir direito tenho conseguido, tenho desconfiança que não deve faltar muito para o ter nos meus braços :)
Registro