scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Angioma: o que é e como tratá-lo?

facebook twitter whatsapp

O bebé apresenta manchas vermelhas na pele? Trata-se dos denominados angiomas, também conhecidos por marcas de nascimento (ou mancha morango). Mas, o que são, como se tratam e como agir quando aparecem?

Os angiomas ou hemangiomas são pequenas aglomerações de vasos capilares, que formam, na pele, uma mancha colorida que pode ir do vermelho ao roxo. Conhecidos também por “mancha-morango”, mas, na verdade, não têm nada a ver com os desejos alimentares não satisfeitos da mãe durante a gravidez: são, pelo contrário, tumores benignos congénitos. Podem surgir a partir do nascimento, ou mais tarde, e afetam 10-12% das crianças durante o primeiro ano de vida.

Como se manifesta o angioma? 

Os angiomas classificam-se como:

 - Tumores vasculares (hemangiomas da infância e outros tumores benignos menos frequentes): após uma rápida proliferação celular inicial, sofrem uma regressão espontânea, sem qualquer tratamento, e num período de tempo que vai dos três aos dez anos.

Na maioria dos casos, os picos máximos dão-se por volta dos 9-10 meses de vida. Depois, a mancha tende a adquirir um tom acinzentado: aliás, quando surgem pontos cinzentos sobre o angioma, é o primeiro sinal do início do processo de regressão.

Este facto não está dependente da localização do angioma, das suas dimensões, nem da sua profundidade.

- Malformações vasculares: são manchas na pele, sem relevo, que costumam permanecer durante toda a infância e que, na adolescência e na idade adulta, se tornam mais escuras. Apresentam uma proliferação celular normal e não retrocedem de forma espontânea. Habitualmente, não aumentam de tamanho durante o crescimento da criança. Têm uma cor que vai do rosa pálido ao vermelho azulado, e costumam aparecer na cara. Estas manchas podem ser de diferentes tipos e níveis de gravidade. As mais comuns são as malformações capilares.

Quando recorrer ao pediatra 

O diagnóstico correto só pode ser feito por um médico da especialidade.

- Deve consultá-lo imediatamente se o angioma começar a sangrar. Entretanto, deve-se estancar a saída do sangue, fazendo pressão na área afetada com um tecido limpo.

(Também lhe interessa: Cianose ou doença azul: causas, diagnóstico e tratamento)

- Deve telefonar-lhe na hora das consultas se notar manchas de diferentes cores e consistências na pele da criança.

Qual é o tratamento do angioma

Tumores vasculares: uma vez que costumam desaparecer espontaneamente, aconselha-se que aguarde que a regressão se produza de modo natural. Em geral, estes tumores não deixam marcas, a menos que sejam muito profundos e estejam muito disseminados.

No entanto, em alguns casos torna-se necessária uma intervenção:

- Se o angioma cria problemas: por exemplo, no caso de estar próximo dos olhos ou da boca.

- Se está localizado no rosto e causa à criança situações incómodas com os companheiros de brincadeira.

- Se aparece na zona coberta pela fralda: há o risco de criar úlceras dolorosas e lentas de curar.

Malformações vasculares capilares (MVC): conseguem-se bons resultados com recurso à terapia laser e, em particular, com o chamado pulsed yellow-dye laser, cuja utilização diminui com sucesso o risco de cicatrizes, além de ser praticamente indolor.

(Também lhe interessa: Doenças de crianças)




Também lhe interessa

Angioma: o que é e como tratá-lo? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro