O meu bebé

Andarilhos para bebés: são prejudiciais?

Os andarilhos para bebés permitem à criança, que ainda não anda, deslocar-se sem esforço e sem cair. No entanto é preciso tomar algumas precauções. Descubra se o voador pode ser prejudicial para o desenvolvimento do seu filho.

Os andarilhos para bebés são umas cadeirinhas montadas sobre uma base larga, com rodas. Permitem à criança, que ainda não anda, deslocar-se sem cair, rapidamente e sem esforço. Podem ser usados entre os seis e os 15 meses, mas nunca depois dos 18 meses.

Se decide adquirir um andarilho, ou um voador, há que ter presente que se deve utilizar com moderação e apenas de forma esporádica. Na verdade, se, por um lado, pode ser útil em situações nas quais não se pode controlar a criança, por outro lado, também pode apresentar algumas desvantagens.

Quais os perigos dos andarilhos?

- Força a criança a permanecer nas pontas dos pés, uma posição anómala que, frequentemente, se mantém de forma prolongada nos meses seguintes.

- Atrasa a aquisição natural do gatinhar, quer dizer, o movimento de preparação para caminhar.

- Retira à criança a experiência da queda, logo, de desenvolver o sentido do equilíbrio e da prudência.

- É um impulso que o leva a saltar para etapas do desenvolvimento motor que não correspondem às do seu desenvolvimento psicológico: os seus primeiros passos não são a expressão da sua vontade de explorar, mas sim o resultado de um processo mecânico.

Por conseguinte, aquilo que pode parecer um instrumento para acelerar a conquista da autonomia e que, por outro lado, costuma divertir tanto o bebé, corre o risco de se transformar num obstáculo a um crescimento harmonioso, sem mencionar os acidentes causados por choques ou capotagens.

(Também lhe interessa: Psicomotricidade infantil: o que é exatamente?)