Mi bebé y yo

Cocó verde dos bebés: porque acontece e como atuar

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

O seu bebé faz cocó verde? Este facto, que muitas vezes preocupa os pais de primeira viagem, pode ter diferentes causas. Neste artigo, vamos explicar-lhe a que se deve a mudança de cor das fezes do bebé e como deverá atuar.

O facto das fezes do bebé adquirirem uma cor verde pode ser devido a diferentes fatores. Em alguns casos, pode tratar-se do mecónio, as primeiras fezes do bebé, que tem essa cor característica. Noutros, o aspeto do cocó pode ser devido ao leite de continuação. Também é muito frequente as fezes retidas no final do reto oxidarem e adquirirem esta tonalidade esverdeada.

(Também lhe interessa: Obstipação em bebés: sintomas e tratamentos)

 

cocó verde

 

Causas e sintomas do cocó verde

É normal que as primeiras fezes do bebé, o mecónio, tenham uma cor verde escura, quase preta. Esta tonalidade é devida às substâncias que, durante a gravidez, se acumularam no intestino do bebé. No entanto, a cor verde também pode ser sinal de uma infeção no intestino, de intolerância a algum alimento, à administração de algum medicamento ou à mudança de leite.

  • Mecónio. Durante os dois ou três primeiros dias de vida, os cocós do recém-nascido não são fezes propriamente ditas. Recebem o nome de mecónio e são compostas por um material viscoso verde escuro que contém líquido amniótico, bílis, células e secreções intestinais. Ao cabo de dois dias, a cor do mecónio vai aclarando e pode adquirir um tom amarelado com alguns grumos esverdeados.
  • Leite materno. Os bebés que bebem leitem materno costumam ter as fezes verdes e mais claras do que os bebés alimentados com leite de fórmula. Isto acontece porque o leite materno é mais rico em lactose e tem um menor teor de gorduras.

(Também lhe interessa: Erros na amamentação)

  • Mudança de leite de fórmula. Os bebés que se alimentam de leite de fórmula costumam fazer um cocó mais amarelado. No entanto, nalguns casos, ao mudar o tipo de leite, este adquire uma tonalidade mais verde. Não é caso para se alarmar pois, com os dias, as fezes voltarão a adquirir o tom amarelado que tinham antes.
  • Infeção intestinal. Se o bebé tiver algum tipo de infeção intestinal, é normal que, nalguns casos, as suas fezes tomem uma cor verde. As infeções intestinais tornam o trânsito intestinal mais rápido. Ao estar menos tempo no intestino, a bílis, que é a substância esverdeada responsável pela digestão das gorduras, é expulsa ainda com as suas características de cor, o que faz com que as fezes fiquem verdes.

(Também lhe interessa: Gastroenterite nas crianças: causas, sintomas e tratamentos)

  • Ingestão de alguns medicamentos. Pode dar-se o caso de que alguns medicamentos, como os antibióticos, alterem a cor das fezes do bebé e que estas adquiram um tom esverdeado. Tal é devido ao facto destas substâncias alterarem a flora intestinal, o que altera a cor das fezes. Noutros casos, é a administração de suplementos de ferro, que costumam ter uma cor escura, a que dá esta tonalidade verde às fezes.
  • Ingestão de alimentos de cor verde. Com a introdução de alimentos complementares o bebé começa a tomar alimentos diferentes do leite. Neste contexto, especialmente se forem introduzidos ao mesmo tempo vários alimentos de cor verde, como os espinafres, acelgas, brócolos e alface, é normal que o cocó do bebé fique verde.

(Também lhe interessa: Introdução dos alimentos na dieta do bebé)

 

sistema digestivo bebe

 

Tratamento recomendado

O que é que os pais podem fazer em cada um dos casos anteriormente expostos?

  • No caso de mecónio. Se a cor verde das fezes se deve ao mecónio, não é necessário fazer nada nem administrar qualquer tratamento. Esta cor é completamente natural, e até saudável. Com o passar dos dias, ao introduzir o leite, materno ou de fórmula, na dieta do bebé, a cor das fezes ir-se-á alterando.
  • Se a cor verde das fezes for devida à amamentação, também se trata de algo completamente natural. Como tal, também neste caso não há que tomar nenhuma medida em especial. Apenas ter atenção para que o bebé esvazie completamente uma mama antes de lhe oferecer a outra. Isto porque a parte final de leite que tem maior quantidade de gordura e que confere o tom verde às fezes. Se o bebé se cansar antes de esvaziar o peito, quando voltar a ter fome terá de lhe oferecer a mesma mama. Deste modo, asseguramo-nos que recebe todos os nutrientes necessários para o seu adequado crescimento.

(Também lhe interessa: Conheça as vantagens de dar mama)

  • No caso de mudança do leite de fórmula, terá de esperar à volta de três ou quatro dias para que as fezes voltem a adquirir a sua cor amarelada habitual. De todos os modos, deverá verificar que não existem outros sintomas, como diarreia ou cólicas. A presença destes sintomas poderia indicar que o bebé tem alguma intolerância a essa nova marca de leite que se está a administrar. Nesse caso, deveria consultar o médico para voltar à fórmula inicial.
  • No caso de infeção intestinal, especialmente se o bebé faz fezes líquidas ou se apresenta outros sintomas, como febre ou vómitos, deverá consultar o pediatra. O especialista poderá identificar a causa da infeção e o tratamento a seguir para eliminar a infeção intestinal. Em qualquer dos casos, é muito importante manter o bebé hidratado.
  • No caso se estarmos a dar o bebé algum medicamento ou algum suplemento de ferro, é importante observar a cor das fezes do bebé. Passado cerca de três dias a cor do cocó deverá melhorar e voltar ao seu tom habitual. Se os sintomas persistirem, há que levar o bebé ao pediatra, especialmente se aparecerem outros sintomas como diarreia ou dor abdominal.
  • No caso do bebé tiver começado a comer vegetais de cor verde e as suas vezes também mudarem de cor não terá de se preocupar. A única coisa que deverá observar é que, ao mudar os alimentos, a cor do cocó também muda. Esta é a forma de verificar se a cor verde do cocó do bebé se deve, realmente, à ingestão deste tipo de alimentos.

Também lhe interessa

Cocó verde dos bebés | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)