Mi bebé y yo

Estimule o desenvolvimento do seu bebé através da música

( 276 votos) load
facebook twitter whatsapp

A música infantil favorece a aprendizagem da linguagem e o desenvolvimento das capacidades cognitivas, para além do facto de suavizar transtornos como o autismo e a dislexia. Damos-lhe alguns conselhos para estimular o seu bebé através da música. 

  • A música infantil transmite emoções, favorece a criatividade, relaxa o bebé… A música já se transformou num elemento indispensável para o seu desenvolvimento e educação; além disso, a música para adormecer favorece o sono do bebé.

    Música para bebés: benefícios

    • ·É benéfica para o desenvolvimento do bebé, inclusive quando ainda está na barriga da mãe, porque desde os primeiros momentos de vida, a criança reage à música e emociona-se, tal como acontece com os adultos.
    • ·Estimula a frequência cardíaca do feto e a produção de endorfinas da mãe.
    • A música é a linguagem dos recém-nascidos; ajuda a estimular a audição do bebé.
    • Cantarolar e pôr música às crianças, ainda que sejam muito pequenas, estimula-lhes a vontade de se expressarem e comunicarem.
    • ·Segundo alguns especialistas, os métodos utilizados pelo cérebro das crianças para aprender a falar, baseiam-se num exame estatístico da linguagem e do seu ritmo.
    • A compreensão das palavras por parte das crianças funciona através de um processo repetitivo de sons, baseado na sua frequência, ou seja, de acordo com as características próprias da música.
    • Através de vocalizações que imitam os sons musicais, os bebés expressam a linguagem de modo intuitivo e espontâneo, criando um tipo de comunicação que parece facilitar a aprendizagem e melhorar o vocabulário.
    • Alguns estudos afirmam que a música de Mozart possui uma certa influência no comportamento dos bebés, promovendo o seu desenvolvimento intelectual e criativo. É o que se conhece como efeito Mozart.


    (Também lhe interessa: Canções de embalar para bebés)

    Influência da música para bebés: conclusões de um estudo europeu

    Desde os primeiros momentos de vida, a criança reage à música e emociona-se, tal como como acontece com os adultos. Esta foi a conclusão de uma investigação realizada em Itália, publicada pela revista científica americana PNAS, e parcialmente financiada pelos fundos comunitários da União Europeia. 

    • Após analisarem ativações cerebrais em recém-nascidos saudáveis, durante os três primeiros dias de vida e através de ressonância magnética funcional, a equipa descobriu que a reação dos bebés é muito similar à dos adultos. Por outras palavras, existe uma predisposição neurológica específica na perceção da música. Ouvir música muito cedo, favorece a potencialidade cognitiva dos mais pequenos, tanto a nível do desenvolvimento da musicalidade, como da criatividade.
    • Hoje em dia, sabe-se que o estímulo da leitura precoce permite à criança ativar as áreas do cérebro implicadas na aprendizagem da leitura e da linguagem, localizadas, principalmente, no hemisfério esquerdo; por outro lado, a música potencia as emoções uma vez que ativa mais o hemisfério direito do cérebro.
    • Os estudos sobre a escuta musical confirmam que, durante o primeiro ano de vida, o bebé analisa os estímulos sonoros e sente-se atraído pelas mudanças das estruturas da melodia e do ritmo. Com a linguagem acontece o mesmo.
    • Em geral, os especialistas coincidem na relevância dos estímulos musicais, que funcionam como uma espécie de nutrientes para o cérebro, e na conclusão de que a sensibilidade desenvolvida pela criança em relação à música pode ter efeitos positivos na sua capacidade de concentração, atenção e memória.
    • Ao que parece, as crianças que crescem num ambiente musicalmente rico e estimulante, fazem “lá, lá, lá”, um tipo de “vocalização melódica”, mais cedo do que outras crianças, e começam a cantar, entoando, por volta dos dois ou três anos, muito antes do que a média das crianças, que o faz cerca dos seis ou sete anos.
    • Hoje em dia, os benefícios da música são utilizados como terapia, para tratar vários tipos de dificuldades relacionadas com a motricidade e a comunicação. O ambiente sonoro e musical constitui uma parte importante do desenvolvimento e equilíbrio do indivíduo. Através da aplicação de diferentes técnicas, a musicoterapia tenta estimular o indivíduo através do enriquecimento do ambiente sonoro que o rodeia.
    • Quando a mãe canta ao bebé, entra em sintonia com as suas necessidades emocionais. Em primeiro lugar, a música é benéfica porque reforça as relações afetivas, desperta emoções e é uma forma de “abraçar” os filhos, que favorece uma relação positiva entre pais e filhos.
    • As terapias musicais estão pensadas, principalmente, para famílias: a música ajuda a responder melhor às necessidades das crianças. Além disso, faz-nos sentir bem porque reduz o nível de stress (o cortisol, a hormona do stress, diminui a sua presença no sangue, quando ouvimos uma música de que gostamos) e estimula a produção de endorfinas (as substâncias do bem-estar).

    Estimulação do bebé através da música: o que devem saber os pais

  • A criança deve ter liberdade para improvisar: pode e deve descobrir novos sons, experimentar e criar, inclusive com os objetos ao seu alcance. É necessário dar-lhe liberdade, mesmo que faça barulho, prestar-lhe atenção e valorizar as suas descobertas.
  • Brincar cantando: com os mais pequeninos, é preciso repetir muitas vezes a mesma canção. De vez em quando, pode experimentar variar a melodia e o ritmo. Pelo contrário, com os mais velhos é necessário ampliar o repertório de canções, combinando-as com gestos e jogos de movimento corporal.
  • Escuta partilhada: as canções infantis e de embalar e as peças de música devem ser entoadas com a criança para estimular a sua participação, seja cantando, batendo palmas ou tocando algum instrumento. Também é bom adaptar-se à sua atitude natural de reagir à melodia através dos movimentos do corpo. Não é importante o tipo de música, se este hábito for criado na infância, a criança recebe uma prenda que a acompanhará durante toda a sua vida.

Também lhe interessa

Estimule o desenvolvimento do seu bebé através da música Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)