Mi bebé y yo

Os benefícios do parto a termo

( 0 votos) load

Tendo como meta a maioria dos bebés nascerem o mais saudáveis possível e com a maturidade necessária, diversas organizações relacionadas com a ginecologia recomendam fazer o possível para conseguir o parto a termo, ou seja, entre as 37 e as 42 semanas de gestação.

O parto a termo é o que acontece entre as 37 e as 42 semanas de gravidez, mas este amplo período de cinco semanas é um pouco confuso e causa mal-entendidos entre os médicos e as grávidas. De facto, este período constitui uma etapa fundamental no desenvolvimento do bebé. Vários estudos chegaram à conclusão que o facto de uma gravidez ter uma semana a mais ou a menos pode chegar a afetar a saúde do bebé e da mãe.

Perante a tendência que se estava a generalizar de programar os partos antes de alcançar as 39 semanas de gravidez, começaram a fixar-se novas definições que podem esclarecer as confusões que se geravam, já que cada semana de gravidez, até às 39 semanas, é importante para o desenvolvimento cerebral e formação dos pulmões do bebé.

(Também lhe interessa: Tudo sobre o parto: preparação do parto, tipos de parto e etapas do parto)

Definição de parto a termo

As novas definições estão baseadas na duração da gravidez, calculada a partir do dia seguinte ao do último período menstrual, de uma medição com ultrassons do feto realizada durante as primeiras 13 semanas de gestação, ou de uma data conhecida de conceção.

Parto a termo adiantado: é o que acontece entre as 37 semanas de gravidez e as 38 semanas e 6 dias.

Parto a termo pleno: é o que acontece entre a 39 semanas de gravidez e as 40 semanas e 6 dias.

Parto a termo tardio: produzido entre as 41 semanas de gravidez e a 41 semanas e 6 dias.

Parto pós-termo: aquele que acontece após as 42 semanas de gravidez.

Os bebés nascidos com parto a termo pleno são os que trazem melhores resultados para a saúde, pelo que muitos especialistas recomendam paciência para permitir que a natureza siga o seu caminho, desde que não exista nenhum motivo para intervir. No caso de existir essa necessidade, induzindo o parto ou programando uma cesariana, é aconselhável que tal se faça depois da 39 semanas de gravidez, dado que antes dessa semana os bebés podem apresentar problemas respiratórios, auditivos ou de aprendizagem.

(Também lhe interessa: Calendário lunar: consulte a influência da lua na data do seu parto)

Exceções para o parto a termo

O parto antecipado é recomendado quando a mamã apresenta problemas tais como anomalias na placenta, existir uma quantidade anómala de líquido amniótico, ou no caso de já ter realizado uma cesariana numa gravidez anterior.

No caso de gravidez de gémeos, os estudos realizados sugerem que não é adequado chegar ao parto a termo pleno, considerando-se o momento adequado para o parto por volta da 38ª semana.

(Também lhe interessa: Quantas semanas dura a gravidez)

Também lhe interessa

Os benefícios do parto a termo | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)