O meu bebé

Como adiantar o parto: os melhores conselhos

Algumas mulheres, ao chegar ao último trimestre de gravidez, desejam saber como adiantar o parto por vários motivos: sentem desconforto, têm uma viagem programada, ultrapassaram as quarenta semanas de gestação, estão nervosas ou stressadas, etc. Vamos dar-lhe os melhores conselhos para adiantar o parto!

Em primeiro lugar, deverá saber que as mulheres estão biologicamente preparadas para ter gravidezes de quarenta semanas de gestação, equivalentes a nove meses. Deste modo, para saber como adiantar o parto, deveríamos estar a falar de uma gravidez que chegou à sua última semana, de modo a assegurar tanto a saúde do bebé como a da mãe. Nas gravidezes difíceis ou nas quais a saúde da mãe ou do feto está em perigo, será o médico o responsável por decidir acerca da questão de adiantar o parto.

(Também lhe interessa: Tipos de parto)

Revelamos-lhe como pode adiantar o parto

O exercício físico é um remédio natural e efetivo para adiantar o parto. Neste sentido, convém saber que os nervos e a ansiedade provocam a produção de adrenalina, uma substância que dificulta ou impede o aparecimento de contrações. Pelo contrário, os exercícios de respiração, o yoga, os passeios, as tarefas domésticas e qualquer atividade contrária ao sedentarismo estimulam a produção de oxitocina, o correto posicionamento do bebé, e o relaxamento e abertura do canal de parto.

É importante não se exceder com o exercício físico para evitar lesões, esgotamento e o efeito contrário: a produção de adrenalina e o atraso do parto. Por este motivo é tão importante praticar pilates, yoga, dança ou outras atividades que combinam o relaxamento com o exercício.

(Também lhe interessa: Dores de parto: como controlar cada fase)

Mais remédios caseiros para adiantar o parto

Em segundo lugar também se costuma aconselhar o consumo de certos alimentos. As especiarias e a comida picante podem provocar acidez, azia ou ardor de estômago, mas também se diz que estimulam o movimento dos intestinos e, com ele, a chegada do parto.

O ananás, o gengibre, o manjericão e os orégãos também se associam à indução do parto, embora não haja provas científicas que qualquer um dos alimentos mencionados provoquem o parto de forma mais ou menos direta.

Outro conselho baseia-se em esperar pela mudança de lua. Como também se ouve frequentemente, nos dias e noites nos quais há lua cheia nascem muito mais bebés. No entanto, trata-se de outro dado que não se pôde verificar cientificamente.

E, por fim, o método mais agradável e divertido: fazer amor. Do mesmo modo que o exercício físico, o sexo aumenta os níveis de oxitocina. Se fazer amor é um pouco difícil quando a gravidez chega às suas últimas semanas, pode recorrer à estimulação das zonas erógenas e aos jogos eróticos que mais vos apeteçam.

(Também lhe interessa: Parto rápido: de que depende?)

Também lhe interessa…