Mi bebé y yo

Causas e sinais de microcefalia durante a gravidez

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

A microcefalia é uma malformação de nascimento muito pouco comum cuja característica principal é o bebé nascer com uma cabeça de tamanho muito inferior à de outra pessoa da mesma idade e sexo. Explicamos-lhe as causas e sinais de alarme que indicam a possível presença de microcefalia no feto.

A microcefalia é um assunto que preocupa as mulheres grávidas , além disso, é um tema atual devido à sua relação com a recente epidemia do vírus zika. Neste artigo vamos responder às dúvidas mais frequentes sobre a microcefalia.

(Também lhe interessa: Teste triplo: o que é e como se interpreta?)

Possíveis causas da microcefalia em bebés

Em primeiro lugar é necessário realçar que as causas da microcefalia são muito numerosas e por vezes não é possível identificá-las. De qualquer modo, existem causas cuja relação com a microcefalia está cientificamente comprovada.

Uma delas são as infeções intrauterinas como o herpes, o VIH, a toxoplasmose, a rubéola, o citomegalovírus ou a sífilis. Outra causa é a exposição da mãe a produtos químicos tóxicos ou a metais pesados (radiação, arsénico, mercúrio, álcool, tabaco, etc.).

Por outro lado, a desnutrição grave durante a vida fetal e gravidez, bem como as anomalias genéticas (como a síndrome de Down) são outras possíveis causas da microcefalia.

(Também lhe interessa: Exames antes da gravidez: o que é a histerosalpingografia?)

Sintomas e sinais de microcefalia durante a gravidez

A microcefalia é diagnosticável mediante uma ecografia durante a gravidez. O diagnóstico tem resultados mais fidedignos se a ecografia se realizar no final do segundo semestre de gravidez ou no início do terceiro.

A verdade é que a microcefalia é detetável a partir da 18ª-20ª semana, embora por vezes seja mais difícil devido às posições que o feto possa tomar e ao seu movimento. De todos os modos, é importante manter a calma até obter um diagnóstico definitivo assim que o bebé nasça.

Tal como explica o Dr. Ripoll no nosso consultório, é possível que uma mãe não tenha calculado bem a data da sua última menstruação e a gravidez tenha acontecido depois da data calculada pelo ginecologista. Neste caso, o menor tamanho da cabeça e do cérebro pode ser devido à gestação não estar num estado tão avançado como se acreditava.

No que concerne aos bebés nascidos com microcefalia, estes costumam apresentar sintomas tais como epilepsia, paralisia cerebral, problemas de audição e visão, bem como dificuldades de aprendizagem. No entanto, também existem casos nos quais, embora com um menor tamanho da cabeça, algumas crianças com microcefalia crescem e desenvolvem-se com plena normalidade tal como as outras crianças.

(Também lhe interessa: Ecografias na gravidez: quantas, quando e para quê)

Também lhe interessa

Causas e sinais de microcefalia durante a gravidez | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)