Mi bebé y yo

6 Perguntas sobre o pós-parto

( 1 voto) load
facebook twitter whatsapp

Os lóquios, os pontos da episiotomia, as relações sexuais, as dietas e as cintas… Conheça todos os cuidados a ter desde os primeiros meses da sua nova vida como mamã!

Depois do parto, são muitas as dúvidas que assolam a nova mamã, relacionadas com o conforto do bebé, mas igualmente com o seu próprio bem-estar: “O que são e quanto tempo duram os lóquios?”;” Posso tomar banho depois de dar à luz?”;” Como é que tenho de tratar os pontos da episiotomia?”... Respondemos a todas estas questões dos cuidados no pós-parto!

O que são os lóquios e quanto tempo duram?

Durante as primeiras semanas depois do parto, o útero contrai-se e volta pouco a pouco à sua condição de antes da gravidez. O processo é acompanhado por perdas de sangue, os chamados lóquios: inicialmente abundantes, mudam de uma cor vermelha intensa para um rosado-amarelado. Devem-se a processos regenerativos do útero e à eliminação de tecidos gestacionais. A partir do segundo dia, são parecidos com a menstruação e, passada uma semana, são irregulares.

Normalmente, terminam aproximadamente um mês depois do nascimento, embora nas mulheres que não amamentem possa durar mais e terem uma maior quantidade de sangue. É normal terem coágulos do tamanho de uma amêndoa mas, se depois de uma semana, continuarem muito abundantes e de um vermelho brilhante, é necessário realizar um exame. O cheiro dos lóquios é semelhante ao da levedura, mas se se tornar desagradável é aconselhável informar o médico.

Como é que se curam os pontos da episiotomia?

Pode acontecer que, na fase expulsiva do parto, a passagem do bebé origine uma pequena laceração da mucosa vaginal ou que seja necessário realizar uma episiotomia, uma incisão nos tecidos do períneo. Em ambos os casos, depois do nascimento do bebé, é necessário fazer alguns pontos de sutura.

O fio utilizado é, regra geral, de tipo reabsorvível e não requer a extração dos pontos de sutura. Nos dias seguintes, até que se complete a cicatrização, para prevenir uma infeção deve usar-se, pelo menos uma vez por dia, um desinfetante para a higiene íntima e limpar-se com frequência os genitais com água morna, sem sabão.

No caso da episiotomia, a recuperação do tónus e do tecido do períneo pode ser mais lenta. Neste caso, recomenda-se usar uma almofada insuflável, também útil em caso de hemorroidas

Banho ou duche depois do parto?

Depois do parto, pode tomar duche para se refrescar, se desejar. No entanto, depois de uma cesariana deverá esperar pelo menos dois dias antes de tomar duche. Durante a semana posterior ao parto, os duches não estão contraindicados, pelo contrário: a água quente no peito facilita o fluxo do leite pelos vasos mamários reduzindo a congestão mamária.

O banho de imersão, embora seja mais agradável e relaxante, deve adiar-se entre 20 e 25 dias, pois os germes e bactérias podem subir a partir da vagina e passar através do colo do útero, que continua aberto depois do parto.

Sim ou não à cinta pós-parto?

É frequente e natural que durante o pós-parto a nova mãe não se sinta completamente à vontade com o seu corpo, especialmente com a barriga, vazia mas proeminente. Com o movimento e o tempo, os músculos abdominais recuperam o tónus e em dois ou três meses a mulher pode recuperar a sua forma habitual. Não obstante, as cintas pós-parto que sustêm a barriga não facilitam a recuperação da elasticidade muscular, pelo contrário, dificultam-na, evitando que os músculos façam o seu trabalho. Se realmente se sente desconfortável, é melhor usar umas cuecas que contenham sem apertar.

As que passaram por uma cesariana podem usar a cinta mas apenas quando estiverem de pé, pois no caso de estarem deitadas esta é desnecessária e impede a circulação.

Relações sexuais depois do parto: quanto tempo esperar?

Retomar as relações sexuais depois do nascimento de um bebé é um passo importante para a nova mãe e ajuda-a a recuperar a sua identidade enquanto mulher e a intimidade do casal dentro da nova família. Como regra geral, recomenda-se esperar quarenta dias depois do parto antes de recomeçar a atividade sexual de modo a permitir que o colo do útero feche por completo e evitar uma possível infeção devido à subida de bactérias pela vagina. No caso de cesariana, por vezes é possível retomar as relações sexuais uns dias antes.

A primeira menstruação depois do nascimento aparece entre a quarta e a oitava semana, mas a amamentação pode atrasá-la até alguns meses depois do final da amamentação. Por este motivo, antigamente acreditava-se que durante o puerpério havia proteção de novas gravidezes, mas na realidade o efeito anticoncecional da sucção do bebé é muito limitado e não é seguro. Desde logo é, por isso, importante tomar medidas anticoncecionais como um dos cuidados no pós-parto

Pode fazer-se dieta depois do parto?

É importante que, depois do nascimento, a nova mãe dedique algum tempo a cuidar do seu corpo, de modo a superar qualquer sentimento de desconforto relacionado com o excesso de peso. No entanto, durante o puerpério não se aconselha seguir dietas drásticas, especialmente se se dá mama ao bebé. Se se come de forma correta e equilibrada, recuperar-se-á pouco a pouco a silhueta.

Se amamenta, é importante relembrar que não deve comer por dois, como muitas vezes se ouve dizer, mas sim comer o que o corpo peça, adaptando-se ao apetite mas sem exagerar. É especialmente importante durante este período ingerir alimentos ricos em minerais e vitaminas. É aconselhável, também, moderar o consumo de hidratos de carbono: pão, massas, bolos, etc.

Também lhe interessa

6 Perguntas sobre o pós-parto | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)