scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Hemorroidas externas e internas: tratamentos e prevenção

facebook twitter whatsapp

As hemorroidas que costumam surgir durante a gravidez podem piorar durante o parto e o pós-parto. Vamos explicar-lhe como deve agir para as combater, e que passos seguir para as prevenir.

A ocorrência de hemorroidas durante a gravidez é um problema muito frequente. O útero alargado comprime a última parte do intestino, o que pode causar prisão de ventre durante a gestação. Do mesmo modo, o aumento da progesterona, que acontece no início da gravidez, dilata os vasos sanguíneos, e também as pequenas veias do ânus. Quando estas ficam inflamadas, dão lugar às hemorroidas, um problema que provoca uma forte comichão, dores intensas ao evacuar e, por vezes, pequenos derrames de sangue.

Além disso, durante o parto, as hemorroidas que aparecem durante a gravidez podem sofrer uma dilatação maior quando o feto é expelido, porque a cabeça do bebé, ao descer pelo canal de parto, comprime o plexo hemorroidal, o sistema de veias situadas em volta do orifício anal.

O problema tende a manifestar-se com maior frequência nas mulheres que sofrem de complicações circulatórias, como varizes, nas extremidades inferiores.

Conselhos para prevenir as hemorroidas

As hemorroidas podem ser prevenir-se mediante a adoção de alguns hábitos de vida saudáveis:

- Tenha uma alimentação rica em frutas, vegetais e cereais: a fibra é um obstáculo à prisão de ventre.

(Também lhe interessa: Alimentação durante a gravidez)

- Beba pelo menos dois litros de água por dia. O sumo de mirtilo também é muito benéfico. No entanto deve evitar os sumos de maçã ou limão, visto que são adstringentes, bem como alimentos picantes ou muito gordurosos, como os enchidos, já que são de difícil digestão.

- Pratique exercício todos os dias: passeios ao ar livre, natação e ginástica são muito recomendáveis.

- Não fique demasiado tempo em pé ou sentada, a fim de prevenir problemas circulatórios, e evite levantar pesos.

- Controle o aumento de peso: está provado que o risco de hemorroidas é maior se a futura mãe aumentar de peso mais do que o normal.

(Também lhe interessa: Como calcular o seu Índice de Massa Corporal (IMC)?) 

Tratamento das hemorroidas externas e internas 

- Os banhos de assento com água fria resultam muito bem pois reduzem o fluxo sanguíneo e diminuem a inflamação.

- Se as hemorroidas são externas, podem reduzir-se comprimindo-as com uma massagem suave.

- Cremes e pomadas anti-inflamatórios também são muito eficazes, quando aplicados na zona várias vezes ao dia, ou então pode usar toalhetes específicos, que, além de aliviar o desconforto, contribuem para manter a área limpa.

- Se tem vontade de ir à casa de banho, não a reprima. Se tem prisão de ventre ou as fezes duras, pode recorrer a um laxante suave, ou a um supositório de glicerina. Sobretudo evite fazer esforços ou ficar sentada na sanita demasiado tempo.

- Limpe sempre a parte afetada depois de evacuar, para evitar possíveis infeções.

- Lembre-se que é o ginecologista quem deve prescrever o tratamento mais adequado, bem como a sua posologia.

(Também lhe interessa: Saúde e cuidados na gravidez)




Também lhe interessa

Hemorroidas externas e internas: tratamento e prevenção Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro