Mi bebé y yo

Como deve ser a temperatura basal durante a gravidez?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Quando uma mulher quer engravidar, controlar a sua temperatura pode ajudá-la a saber quais são os seus dias férteis e quanto dura o seu ciclo menstrual, dados que a vão ajudar no momento de fecundar o seu futuro bebé. Como medir esta temperatura e o que significam as suas subidas e descidas durante a ovulação e gravidez?

A temperatura basal (TBC) é a temperatura que tem o corpo de uma pessoa em estado de repouso, normalmente após ter dormido um mínimo de cinco a seis horas. No caso da mulher, oferece-lhe informação importante para engravidar dado que, com este método, pode saber quais são os seus dias férteis e quanto dura o seu ciclo menstrual, etc. Portanto, ajuda-a a aumentar o conhecimento acerca do funcionamento do seu corpo.

(Também lhe interessa: Ciclo menstrual: o que é a fase lútea?)

Qual a temperatura basal adequada para engravidar? 

Quando a mulher inicia o seu ciclo menstrual, a sua temperatura basal é mais baixa do que o habitual, o que dá início à ovulação. Cerca de três dias depois da ovulação aumenta o nível de progesterona ou hormona do corpo lúteo, responsável pelo aumento da temperatura corporal (entre o,2 e 0,5 ºC). Aproximadamente dez dias depois, esse aumento da temperatura termina e também finaliza o período de fertilidade da mulher.

Ou seja, o período mais fértil da mulher tem lugar antes e pouco depois da ovulação. Depois, na altura do período, volta a baixar a temperatura do seu corpo.

O que acontece se não se tem a temperatura basal baixa?

Tal como foi referido anteriormente, durante o período de infertilidade a temperatura corporal é mais baixa. Por este motivo, se entre 15 a 20 dias depois do período menstrual a temperatura é alta, é muito provável que o óvulo tenha sido fecundado. Isto significa que a mulher tem cerca de 97% de probabilidades de estar grávida, sempre e quando se tenha tirado a temperatura de forma correta. Como tal, o método da temperatura basal é uma forma tradicional de saber se se está grávida.

Não obstante, se a temperatura se mantem constante, é possível que não tenha havido ovulação, o que pode ser devido ao facto da mulher ter deixado de tomar a pílula anticoncecional ou a alguns transtornos da fase lútea. Neste caso, deverá ser administrada progesterona e submeter-se a uma estimulação ovárica.

(Também lhe interessa: O que é e que funções tem a hormona da gravidez?)

Como medir a temperatura basal?

A mulher deve medir a temperatura todas as manhãs, antes de se levantar da cama, após ter dormido entre 6 a 8 horas e sem fazer nenhum tipo de exercício físico. Para tal, utiliza-se um termómetro digital, ou um termómetro basal, que se deverá colocar debaixo da língua ou na vagina, e anotar a temperatura num gráfico. Nesse gráfico deve apontar a temperatura desde o primeiro dia do ciclo, que coincide com o primeiro dia de menstruação. Além disso, no gráfico, é recomendável indicar outros sintomas associados: dor de cabeça, dor de ovários, e até algum contratempo que tenha podido alterar essa temperatura (doenças, poucas horas de sono, etc.).

(Também lhe interessa: Temperatura basal: como medir)

Através da observação deste gráfico, a mulher é capaz de determinar o dia da ovulação e, mês a mês, pode estimar quais são os seus dias férteis. Ou seja, quando tem mais probabilidade de engravidar. É até possível calcular a data provável de nascimento do seu filho.

(Também lhe interessa: Como engravidar rápido)

Alguma vez tinha ouvido falar deste método? Como era a sua temperatura quando estava grávida? Adorávamos saber!

Também lhe interessa

Como deve ser a temperatura basal durante a gravidez? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)