scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Diabetes gestacional: sintomas, dieta e tratamentos

A diabetes gestacional é um transtorno que pode aparecer durante a gravidez, inclusivamente em pessoas que nunca tiveram diabetes antes. Explicamos-lhe quais os sintomas, a dieta mais adequada e os possíveis tratamentos.

Ter diabetes durante a gravidez é um problema muito frequente entre as grávidas. Chama-se diabetes gestacional e, nos casos mais leves, uma dieta adequada pode mantê-la controlada.

Causas da diabetes gestacional

As causas da diabetes gestacional residem nas alterações hormonais motivadas pela gravidez. A partir das 12 semanas de gravidez aumenta o açúcar disponível no sangue materno para proporcionar ao bebé a energia de que necessita: o feto utiliza o açúcar da mãe porque ainda não é capaz de o produzir.

Ao mesmo tempo, as hormonas produzidas pelo organismo materno reduzem a sensibilidade das células e dos tecidos à insulina. Produzem-se mais hormonas do que normalmente mas os níveis de glucose no sangue não descem.

Como consequência, a concentração de glucose no sangue permanece elevada durante mais tempo do que o normal após as refeições (duas horas em vez de uma).

De todas as formas, tal não significa que todas as mulheres grávidas tenham diabetes. Na verdade, se os valores de glicémia não ultrapassarem os limites considerados “de risco”, a futura mãe pode estar sossegada, porque não existe qualquer problema para a gravidez.

(Pode interessar-lhe: Quanto peso pode aumentar na gravidez

 

Riscos da diabetes gestacional

A diabetes gestacional pode comportar riscos para o bebé e para a mamã. Por isso, durante a gravidez é muito importante controlar os níveis de açúcar no sangue da grávida.

Riscos para o bebé

O excesso de açúcar na mãe acumula-se sob a forma de gordura subcutânea no feto, o que, no momento do parto, pode implicar a necessidade de proceder a uma cesariana e causar transtornos no bebé.

(Pode interessar-lhe: Cesariana: como recuperar rapidamente)  

Imediatamente depois do parto, o bebé pode sofrer crises hipoglicémicas devido a um delicado mecanismo hormonal induzido, precisamente, pela diabetes materna. Por este motivo, convém realizar análises ao sangue e ecografias frequentes durante toda a gravidez.

Riscos para a mãe

 

A diabetes na gravidez pode dar origem a outros problemas na mãe: tensão alta ou pré-eclâmpsia, deslocamento de placenta, atraso no crescimento fetal, hidrâmnios  (aumento da quantidade do líquido amniótico) e parto prematuro.

 

Diagnóstico da diabetes gestacional

O diagnóstico de diabetes gestacional baseia-se no valor da hiperglicemia no sangue da futura mamã. É muito importante que a grávida se submeta a diferentes análises ao sangue para controlar os níveis de açúcar.

(Pode interessar-lhe: Saúde e cuidados na gravidez

Este exame efetua-se entre a 24ª e a 28ª semana de gravidez, período no qual já se podem descobrir as primeiras alterações no metabolismo da glucose. O exame que se realiza é o teste de O’Sullivan (ou minicurva de sobrecarga): faz-se uma recolha de sangue em jejum e outra 60 minutos depois de ter tomado 50g de glicose (através de uma bebida açucarada).

Quando os valores se encontram alterados (ou seja, são superiores a 95mg/dl de sangue em jejum e superiores a 140mg/dl depois de transcorrida uma hora do momento da toma da glicose), deve efetuar-se de novo uma curva de sobrecarga, mas completa.

Neste caso, as recolhas de sangue realizam-se em jejum e aos 60, 120 e 180 minutos após a toma de 100 gramas de glicose através de uma bebida açucarada. É o chamado “Teste de sobrecarga de glucose”.

Se apenas não são normais um ou dois dos valores da curva da carga completa, será suficiente submeter-se a uma dieta adequada, prescrita pelo médico ou pelo próprio ginecologista.

Não obstante, no caso de estarem alterados mais de dois valores é aconselhável pedir a opinião de um centro especializado neste tipo de diabetes onde pode ser proposto, imediatamente, um tratamento adequado para o problema em questão.

É recomendável que as mulheres em risco de padecer de diabetes (porque já tiveram numa gravidez anterior ou porque têm familiares próximos que têm diabetes) realizem uma curva completa logo nas primeiras semanas, sem esperar pela 24ª semana e sem fazer antes a minicurva.

Dieta no caso de diabetes gestacional

Nas situações mais leves, ou seja, quando a diabetes gestacional é incipiente e os níveis de açúcar no sangue não são muito elevados, a grávida pode controlar a situação com uma dieta adequada durante toda a gravidez.

Quando apenas estão alterados um ou dois dos valores da curva completa, basta seguir uma dieta para poder manter a situação controlada. O mesmo acontece quando os valores anormais forem mais de dois mas a ecografia indicar que o bebé cresce sem problemas.

As dietas indicadas para tratar a diabetes gestacional contêm menos calorias do que as que se costumam permitir durante este período: entre 1.600 e 2.000 calorias diárias. As energias devem ser provenientes entre 40 a 60% de açúcares complexos, 25% de proteínas e entre 15-25% de gorduras.

Isto significa que, para começar, devem evitar-se os alimentos doces durante o pequeno-almoço. Em alternativa, pode tomar-se chá, café, leite ou iogurte meio gordos e pão integral com uma colher de doce.

Ao almoço e ao jantar pode comer-se uma sopa e um segundo à base de peixe, carne ou queijo magro, acompanhados de verduras nas quais não abundem os açúcares simples (tomate, courgettes, brócolos ou espinafres). Entre as refeições pode optar por uma peça de fruta como, por exemplo, uma laranja.

(Pode interessar-lhe: Doenças na gravidez)

(Pode interessar-lhe: Alimentação durante a gravidez)




Também lhe interessa

Diabetes gestacional: sintomas, dieta e tratamentos | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro