Mi bebé y yo

Geleia real na gravidez: é permitida?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

É benéfico tomar geleia real durante a gravidez? Quais são as suas vantagens? Tem contraindicações? Respondemos a todas as suas dúvidas e detalhamos os prós e os contras da toma de geleia real durante a gravidez.

Durante a gravidez tem de se ter mais cuidado em relação aos medicamentos que se tomam, bem como com os alimentos e bebidas que se ingerem, pois podem afetar negativamente o feto em formação. Por este motivo, é importante consultar o médico sempre que se tenham dúvidas a este respeito. A geleia real, um alimento de origem natural cheio de vitaminas, minerais e oligoelementos, não deveria, em princípio, causar qualquer tipo de problema durante a gravidez. Não obstante, é aconselhável que a futura mamã pergunte ao seu médico se pode ou não tomar suplementos de geleia real durante a gestação.

(Também lhe interessa: Pequeno almoço ideal para grávidas: o que deve conter?)

A geleia real é segregada pelas glândulas hipofaríngeas das abelhas mais jovens sob a forma de uma massa viscosa que, posteriormente, é tratada e comercializada em cápsulas ou sob outro tipo de apresentação como suplemento alimentar, normalmente à venda nas farmácias. As suas propriedades são muitas e, por esse motivo, considera-se a geleia real a joia da coroa de entre os diferentes alimentos que as abelhas produzem, como o mel, própolis, etc.

Benefícios da geleia real

Os principais benefícios da geleia real para o organismo são os seguintes:

Dá muita energia. Talvez esta seja a característica da geleia real mais conhecida e, de facto, é o aspeto que mais se publicita nos frascos e suplementos que se comercializam. A geleia real é um alimento que traz muita vitalidade ao organismo e permite recuperar forças em épocas de mais cansaço ou até de exaustão.

Reforça o sistema imunitário. A geleia real ajuda a lutar contra vírus e doenças, pois aumenta a quantidade de defesas do organismo, facilitando a prevenção de doenças típicas como a gripe ou constipações.

É um excelente antioxidante. A geleia real tem a capacidade de regenerar os tecidos, pelo que se considera um potente antioxidante que permite retardar o envelhecimento celular.

Regula a tensão arterial. Tanto em casos de hipertensão como em casos de tensão baixa, a geleia real atua como um regulador da mesma e permite alcançar os valores médios aconselháveis.

Boa para a fertilidade. A geleia real é um bom suplemento para tomar quando um casal procura uma gravidez. É importante que a tomem os dois membros do casal. Aumentam as probabilidades de alcançar a conceção.

(Também lhe interessa: Vitamina E: a vitamina da fertilidade!)

Contraindicações da geleia real

A geleia real não é perigosa mas pode ter algumas contraindicações para a saúde se se toma mais do que o indicado ou de forma desadequada. Por isso, pode causar dores de cabeça, hipertensão ou taquicardia. Estes são os principais efeitos secundários que se podem apresentar por tomar uma posologia superior à indicada, apesar de não ser o mais comum.

Uma das grandes dúvidas que muitas mulheres têm acerca da geleia real é se esta engorda. Costuma dizer-se que sim, pois a geleia real produz um aumento da sensação de fome, o que provocaria um maior risco no aumento de peso. Não obstante, alguns especialistas afirmam que esta crença não é correta. Apesar da geleia real ter mais de um princípio ativo, não engorda nem favorece a sensação de fome.

(Também lhe interessa: Iodo na gravidez: em que alimentos se encontra?)

Também lhe interessa

Geleia real na gravidez: é permitida? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)