Mi bebé y yo

Os benefícios de ir à piscina com o bebé

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Explicamos-lhe todos os benefícios que traz ir à piscina com o bebé e ainda o que deverá ter em conta no momento de escolher a piscina para o seu filho, bem como outros conselhos muito importantes para que a relação entre os bebés e a piscina seja um sucesso total.

As piscinas oferecem aulas de natação para bebés que têm por objetivo familiarizar o bebé com a água, sem regras nem restrições particulares. O pequeno ficar à vontade com a água não significa ensiná-lo a nadar, mas sim que se trata de uma oportunidade de desenvolvimento e brincadeira.

Segundo muitos especialistas, ir à piscina com o bebé, se se respeitarem os tempos de aprendizagem e as necessidades da criança, também é muito útil para o desenvolvimento da sua personalidade. Na água, as crianças aprendem a ganhar confiança com o seu próprio corpo, a conhecê-lo, e dão-se conta que podem alcançar metas impensáveis, pelo que estas aulas são excelentes paras as crianças com pouca autoestima ou que são demasiado submissas.

(Também lhe interessa: Medo da água: piscina, praia e banheira)

No entanto, para que a relação entre a água e o bebé seja um sucesso, um dos fatores mais importantes é escolher a piscina adequada para o bebé. Oferecemos-lhe alguns conselhos importantes.

Como escolher a piscina para o bebé

Antes de inscrever o bebé numa piscina para ter aulas de natação, é importante verificar alguns fatores:

  • Verificar a limpeza dos locais: estruturas e vestuários.
  • Verificar que os instrutores são especializados nesta área.
  • O instrutor deve prestar muita atenção ao bebé e deve estabelecer uma relação com os pais.
  • Verificar que a piscina dispõe de tudo o que é necessário para os cuidados do bebé (por exemplo, deverão haver trocadores nos vestiários).
  • Assegurar-se que a água da piscina tem uma temperatura adequada.
  • Verificar que se contabilizou um instrutor, no mínimo, para cada 8-10 crianças, mesmo se estas forem pequenas.
  • Pedir para ter uma aula de experiência antes da inscrição.

(Também lhe interessa: Natação para bebés)

Piscina e bebé: outros conselhos importantes

  • A água da piscina deve ter uma temperatura de, pelo menos, 32ºC pois, caso contrário, os bebés não se conseguem relaxar. A temperatura ambiental deve oscilar entre os 29 e os 31ºC.
  • Fazer com que o bebé entre na piscina da forma mais gradual possível. O seu organismo deve acostumar-se pouco a pouco à ausência de gravidade. Se chorar não se deve insistir: deverá, ao invés, interromper o exercício e brincar um pouco.
  • As aulas podem ter, inicialmente, uma cadência semanal e, depois, à medida que o bebé for crescendo, a cada duas semanas.
  • É importante que a criança, ao andar pela zona de duches ou na borda da piscina, use sempre uns chinelos ou meias de latex: protegem os seus pés de possíveis contágios de micoses originados por fungos, que se desenvolvem facilmente nos ambientes quentes e húmidos. Pelo mesmo motivo, a toalha e o robe devem ser pessoais.

(Também lhe interessa: Desportos: o futebol para crianças)

Também lhe interessa

Os benefícios de ir à piscina com o bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)