Mi bebé y yo

Parto instrumental: em que consiste

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Um parto instrumental é, especificamente, aquele que se leva a cabo com a utilização de fórceps, espátulas ou ventosas. O obstetra vai utilizar estes instrumentos para encurtar o tempo de expulsão, se a mamã tiver muitas dificuldades ou alguma patologia que a impeça de continuar a fazer força, ou no caso de haver sofrimento fetal.

Entre 15 e 20% dos partos por via vaginal são instrumentalizados. Isto significa que a equipa médica, que está a atender a mãe e o bebé, necessita de instrumentos para ajudar o bebé a nascer.

(Também lhe interessa: Os benefícios do parto a termo)

Normalmente, recorre-se a estes instrumentos se o parto se alonga por muito tempo e existe risco tanto para a mamã como para o bebé, pois necessitam de o tirar o quanto antes. Por outro lado, estes instrumentos podem evitar uma cesariana ou que o parto se alargue durante horas.

Mas que tipo de instrumentos se utilizam neste tipo de partos? Existem atualmente três: os fórceps, a espátula ou a ventosa.

Parto com fórceps

Os fórceps agarram a cabeça do bebé pelas laterais quando a cabeça do pequeno já está na vagina. Deste modo ajuda-o a virar e a sair. Apenas se recorre a eles quando o bebé coloca mal a cabeça no último segmento do parto, no canal de parto, ou se se tratar de um bebé muito grande a quem custe, de todo, sair.

(Também lhe interessa: Como é um parto com fórceps?)

Parto com ventosa

As ventosas são instrumentos em forma de v que se introduzem na vagina e sobre a cabeça do bebé. Liga-se a uma bomba que faz vácuo e aciona-se em cada contração. Neste caso de parto instrumental, também podem rodar a cabeça do bebé para a sua expulsão.

(Também lhe interessa: Mentiras sobre o parto: abaixo os falsos mitos!)

Com o uso destes instrumentos, pode acontecer o bebé sofrer algum tipo de arranhão na cara ou na cabeça, hematomas ou paralisias faciais que não durarão mais de dois ou três dias.

Se a mãe optou pela anestesia epidural, a utilização destes instrumentos não provocará dor enquanto se empregam e a recuperação será semelhante à de um parto sem eles. No entanto, o uso de fórceps, espátulas ou ventosas não exime lacerações, pois tal dependerá da evolução do parto.

Também lhe interessa

Parto instrumental: em que consiste | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)