Mi bebé y yo

Cistite aguda: o que é e como tratar

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

A cistite aguda é uma infeção da bexiga que acontece de forma súbita. Trata-se da infeção urinária mais comum durante a gravidez. Vamos ver quais são as suas causas, tratamento e prevenção. Toma nota!

A cistite aguda é uma infeção da bexiga ou das vias urinárias inferiores que acontece de forma súbita (daí a denominação “aguda”). A cistite é causada por micróbios, normalmente bactérias, que entram na uretra e passam para a bexiga, provocando a infeção, que pode chegar até aos rins. Embora na maioria das vezes o organismo seja capaz de eliminar estas bactérias ao urinar, a verdade é que por vezes estas aderem à parede da uretra ou bexiga e começam a multiplicar-se.

A cistite aguda é uma patologia que costuma afetar mais as mulheres do que os homens porque a uretra feminina é mais curta e está mais próxima do ânus. As mulheres são mais propensas a contrair infeções urinárias depois das relações sexuais e também durante a gravidez. De facto, durante a gestação, é frequente contrair infeções urinárias. Existem de dois tipos: as infeções das vias inferiores, como a cistite, e as infeções das vias superiores, que afetam os rins e que recebem o nome científico de pielonefrite.

(Também te interessa: Cistite na gravidez: como agir?)

Cistite aguda: frequente durante a gravidez

A infeção urinária é a complicação infeciosa mais frequente durante a gravidez devido às alterações anatómicas e fisiológicas que sofrem as vias urinárias durante a gestação, o que predispõe a este tipo de doença. O aumento do tamanho do útero durante a gravidez faz com que a bexiga se comprima, favorecendo a retenção da urina e, adicionalmente, o desenvolvimento de infeções. A presença de glucose na urina, detetada em mais de 70% das futuras mamãs, é outra das causas que facilita o crescimento das bactérias.

Embora existam microrganismos que casam as infeções urinárias, como bactérias, fungos, parasitas e vírus, considera-se que, em cerca de 80% dos casos, tanto a cistite como a pielonefrite são provocadas pela Escherichia Coli, uma bactéria que se aloja, de forma habitual, no intestino.

A quem afeta mais a cistite aguda

O risco de sofrer de cistite aguda ou outra tipo de infeção urinária durante a gravidez aumenta gradualmente ao longo dos nove meses de gestação. No entanto, a incidência é muito maior nas grávidas de mais idade, nas que estão grávidas pela primeira vez e nas mulheres que têm gravidezes sucessivas em intervalos muito curtos de tempo. E, sobretudo, nas pacientes que tenham tido anteriormente uma infeção deste tipo.

Calcula-se que entre 2% e 8% das mulheres apresentam microrganismos durante a gestação, embora os sintomas não se costumem manifestar. É aquilo a que se chama de bacteriúria assintomática. No entanto, é muito importante que este tipo de infeção se detete a tempo (no primeiro trimestre de gravidez), dado que, se não for realizado um tratamento adequado, pode evoluir para doenças muito mais sérias e sintomáticas, como a cistite ou a pielonefrite aguda, mais frequentes no segundo e terceiro trimestre de gravidez.

Como detetar a cistite aguda

Para evitar riscos desnecessários é importante que as futuras mamãs façam uma análise de urina na primeira consulta de gravidez a fim de localizar qualquer possível infeção e iniciar, no caso de tal acontecer, o tratamento o mais cedo possível. Perante um caso de infeção aguda, o especialista deverá realizar um seguimento especial para evitar que a infeção não se generalize e ponha em perigo a saúdo do bebé e da futura mamã.

As infeções urinárias devem ser levadas a sério, especialmente durante a gravidez. Segundo os especialistas, as infeções das vias urinárias aumentam a probabilidade de ter filhos prematuros e recém-nascidos de baixo peso. Em casos muito graves podem produzir, até, a morte do bebé.

(Também te interessa: Infeção urinária na gravidez: causas, sintomas e tratamentos)

Também lhe interessa

Cistite aguda: o que é e como tratar | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)