Mi bebé y yo

Dieta adstringente para crianças com diarreia?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Recomendou-se, durante muitos anos, uma dieta adstringente às crianças com diarreia. E, inclusive, deixava-se de dar de mamar no caso dos bebés, para evitar que a diarreia piorasse. Será que faz sentido uma dieta tão restritiva?

A dieta adstringente para crianças consiste em limitar a fluidez e a abundância das fezes impedindo também uma possível irritação do intestino, e tem por objetivo evitar que a diarreia aguda piore. Os alimentos desta dieta são a sopa de arroz ou de cenoura, o peixe branco cozido e a compota de maçã com gotas de limão, o que torna a dieta adstringente muito aborrecida.

A dieta adstringente é aconselhável para as crianças?

A Associação Espanhola de Pediatria não confirma que a dieta adstringente para crianças seja útil. De facto, há alguns anos um grupo de especialistas demonstrou que o mais sensato é voltar a uma alimentação normal assim que a criança, ou o bebé, dê sinais de ter apetite. O melhor conselho, para os casos de diarreia, é deixar-se guiar pelo apetite e pelo tipo de alimentos que se deseja comer.

A verdade é que a dieta adstringente não consegue melhorar a consistência nem reduzir a frequência das fezes. Além disso, as diarreias infantis costumam durar entre três e sete dias, quer se siga ou não uma dieta adstringente.

Também se aconselhava evitar tomar laticínios para evitar a lactose, o que no caso dos bebés em período de amamentação supunha deixar de lhe dar de mamar. Hoje em dia sabe-se que fazê-lo pode ser contraproducente para o bebé, dado que o leite materno é benéfico para o sistema imunitário.

Em jeito de resumo podemos dizer que uma criança com diarreia aguda pode comer o que comia antes de sofrer este transtorno, uma prática mais recomendável do que eliminar alimentos da sua dieta.

(Também lhe interessa: Aftas nas crianças: o que fazer?)

A dieta adstringente para crianças pode ser prejudicial

Esta mudança nos alimentos, além de não diminuir a duração e os efeitos da diarreia, pode afetar o equilíbrio da sua alimentação, especialmente pelo escasso aporte energético, e do seu sistema imunitário, que ainda é delicado. A dieta adstringente, ao ser insípida e monótona, pode afetar ainda o apetite da criança, para além dos efeitos próprios da diarreia, e não contém os nutrientes necessários para que o intestino se repare corretamente.

Um dos principais problemas da diarreia é a desidratação, pela perda considerável de água e minerais. Os olhos encovados, a falta de energia, a ausência de urina, a secura na boca ou a falta de lágrimas ao chorar são sinais de desidratação. No caso de tal acontecer devemos seguir as recomendações do pediatra para a reidratação da criança.

(Também lhe interessa: Gastroenterite em bebés e crianças)

Também lhe interessa

Dieta adstringente para crianças com diarreia? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)