Mi bebé y yo

O recém-nascido: Como é?

( 6 votos) load
facebook twitter whatsapp

Como é um recém-nascido? Porque sempre tem os pés frios? Porque tem os genitais tão grandes e avermelhados? Neste artigo vamos explicar-lhe as característica físicas e as capacidades sensoriais dos bebés recém-nascidos.

​Para que conheça melhor o seu filho, vamos explicar-lhe algumas das suas características e capacidades, típicas das primeiras semanas de vida.

Os pés: é normal estarem frios

Muitas vezes, os pezinhos do bebé (e também as mãozinhas) estão frios, mas não deve preocupar-se. O aparelho circulatório do seu filho ainda se encontra em “aprendizagem”. Se o colocar numa posição erguida e com os pés apoiados numa superfície, o bebé simulará alguns passos, o chamado reflexo de marcha automática.

As mãos: preparadas para tocar o mundo

Entre os cinco sentidos, o tato é aquele que o recém-nascido desenvolve mais depressa, o que é natural, já que o bebé começou os seus “exercícios” na barriga da mãe, onde brincava com o cordão umbilical e chupava o polegar. Se tocar na palma da mão do seu filho com um dedo, ele aperta-o por reflexo. As suas unhas, apesar de bastante finas, podem ser extremamente compridas e crescem depressa.

As orelhas: não é preocupante se uma delas estiver dobrada

Por vezes os bebés nascem com uma das orelhas dobrada como consequência da sua saída durante o parto. Calma, não é nada grave. O pavilhão auricular terá rapidamente a forma correta. De qualquer forma, a criança ouve bem, reconhece claramente sons e ruídos desde o último trimestre na barriga da mãe. As vozes interessam-lhe e especialmente a da mãe.

Os olhos: vê o que necessita

O recém-nascido possui uma capacidade visual adequada às suas necessidades. Foca os objetos que se encontram aproximadamente a 30 centímetros, como por exemplo, o rosto da mãe durante o aleitamento. Os seus olhos (cinzento-azulados ou castanhos) ainda não possuem a cor definitiva, pois no geral a pigmentação da íris escurece num período de entre seis a oito meses.

As fontanelas: não são tão delicadas como parecem

São seis pequenas zonas moles e latentes na cabeça do recém-nascido, localizadas nos pontos onde os ossos ainda não solidificaram, é graças à sua elasticidade que a cabeça consegue passar pelo canal de parto.

A fontanela principal situa-se na parte superior frontal, tem uma forma de losango e mede cerca de dois centímetros. Ainda que deva ser tratada com cuidado, a fontanela não é tão delicada como se pensa. A manipulação do bebé durante a sua higiene e banho não acarretam nenhum perigo. O cabelo do recém-nascido não é propriamente cabelo, é uma pelugem que cai em poucas semanas.

Os genitais: são grandes e um pouco avermelhados

Devido às hormonas transmitidas pela mamã durante a gravidez, no nascimento, a vulva e os testículos são proporcionalmente um pouco maiores do que o resto do seu corpo. Para além de que podem ser bastante vermelhos, pela grande afluência de sangue na zona genital. Estes são fenómenos normais com os quais não deve preocupar-se, pois desaparecem à medida que o corpo do bebé “estabilizar”.

(Também lhe interessa: Doenças de bebés)

O coto umbilical: deve manter-se seco

O abdómen de um recém-nascido é muito arredondado e é no centro que se encontra o coto umbilical. Quanto mais seco se mantiver mais depressa curará, por esta razão é importante deixar a barriga do seu bebé destapada de vez em quando e sempre que o clima o permitir.

No geral, o desprendimento do coto ocorre de entre três a sete dias após o nascimento, deixando uma pequena crosta que cairá passados poucos dias, deixando uma cicatriz permanente: o umbigo.

Também lhe interessa

O recém-nascido: Como é? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (1)

Hola!
Este é um artigo muito bom!!!!