Mi bebé y yo

Cadeira auto para bebé: qual escolher?

( 4 votos) load
facebook twitter whatsapp

As cadeiras de bebé para automóvel são a solução ideal para viajar com conforto e segurança. Saiba o que deve ter em conta quando escolhe a cadeira adequada para o seu filho.

Os sistemas de proteção para automóvel são indispensáveis para manter a segurança da criança, seja qual for o trajeto. Hoje explicamos-lhe quais são todos os requisitos que deve ter em conta quando escolher a cadeirinha auto mais adequada para a idade do seu filho.

Cadeiras auto para crianças

Grupo 0 (de 0 a 10kg) e Grupo 0+ (de 0 a 13Kg)

Os mais pequenos podem andar de carro de dois modos: deitadas numa alcofa de segurança ou sentadas numa cadeira auto ligeiramente inclinada.

A alcofa de segurança (grupo 0) permite que as crianças possam viajar deitadas.

- Fixa-se no carro através dos cintos de segurança e deve ser colocada no assento de trás, em sentido transversal ao da direção. As alcofas de última geração possuem um cinto de três pontos em vez de uma só faixa, o que assegura uma proteção mais adequada. Os seus componentes permitem absorção de impacto, incluindo lateral, através de dispositivos de proteção.

A cadeira auto de bebé (ou alcofa de segurança) do grupo 0 e/ou do grupo 0+.

- Pode ser colocada no assento da frente ou no de trás, mas sempre virada para trás. Deste modo, em caso de choque, a inércia do volume da criança é compensada pela força nas costas da cadeira, e a sua cabeça, a parte mais pesada do corpo, não corre o risco de ser sacudida e resultar em lesões da coluna vertebral. Não obstante, no caso de o carro ter airbag, a criança nunca poderá ir nos assentos da frente.

- As cadeiras possuem um cinto de segurança com cinco pontos de fixação para a proteção do bebé, mas também podem fixar-se ao assento do automóvel através dos cintos de segurança do próprio carro. Tal como acontece com a alcofa, quando termine a viagem, pode encaixar a cadeira numa estrutura de suporte e convertê-la em carrinho. Estas cadeiras também costumam ser reclináveis, o que é útil para a criança descansar e comer.

Cadeirinha auto para crianças mais crescidas

Grupo 1 (de 9 a 18Kg).

Instala-se, preferencialmente, no centro dos assentos traseiros do automóvel, se o cinto possui três pontos de fixação, ou em caso contrário, nos lados dos assentos de trás. Algumas cadeiras deste grupo também podem ser colocadas no assento da frente, desde que o airbag esteja fora de funcionamento.

As cadeiras do grupo 1, normalmente são colocadas viradas para a frente, embora também existam modelos que se instalem virados para trás. A criança mantém-se segura na cadeira através de um cinto de cinco pontos: duas faixas passam por cima dos ombros, outras duas por cima das ancas e uma entre as pernas. Além disso, esta cadeira também pode fixa-se no assento do automóvel com os cintos de segurança do mesmo.

Grupo 2 e Grupo 3 (de 15 a 36Kg)

Neste grupo incluem-se as cadeiras auto e os assentos de elevação anatómicos (de preferência com costas) que, ao ser colocados no assento do carro, permitem às crianças mais velhas atingir a altura necessária para usar o cinto de segurança do carro. Este tipo de assento de elevação infantil modifica a trajetória do cinto para que, em caso de acidente, o pescoço da criança não sofra lesões.

O que diz a lei sobre as cadeiras auto para bebé

As cadeiras devem ser homologadas, ou seja, devem ter passado por uma série de testes que garantam a sua credibilidade e resistência. A normativa mais recente, que estabelece como devem ser estas cadeiras de segurança, é a ECE R44/04.

- Por outro lado, o Código da Estrada, no seu artigo 55º, especifica que “as crianças com menos de 12 anos de idade transportadas em automóveis equipados com cintos de segurança, desde que tenham altura inferior a 135 cm, devem ser seguras por sistema de retenção homologado e adaptado ao seu tamanho e peso”.

Segundo informação técnica da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária “O Regulamento de Utilização de Acessórios de Segurança, aprovado pela Portaria n.º 311-A/2005, de 24 de Março, prevê no n.º 1 do artigo 9.º que as crianças com menos de 12 anos deidade e menos de 135 cm de altura que excedam 36 kg de peso devem utilizar o cinto de segurança e dispositivo elevatório que permita a utilização do cinto em condições de segurança.

Este dispositivo elevatório não é um SRC [sistema de retenção de crianças] nos termos do disposto do no art.º 7.º do citado Regulamento de Utilização de Acessórios de Segurança, não existindo requisitos técnicos para sua aprovação e consequente utilização.”

E ainda que, “havendo necessidade de transportar 3 crianças com menos de 12 anos e menos de 135 cm, e existindo de facto impossibilidade prática de colocar 3 SRC no banco traseiro, pode, uma das crianças – a de maior estatura e desde que tenha mais de 3 anos- ser transportada utilizando SRC, no banco dianteiro destinado ao passageiro”.

(Também lhe interessa: Espreguiçadeiras para bebé: o que ter em conta antes de comprar)

(Também lhe interessa: Carrinhos de bebé: critérios para escolher)

Também lhe interessa

Cadeira auto para bebé: qual escolher? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)