Mi bebé y yo

Marisco na gravidez: precauções

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Pode comer-se marisco durante a gravidez? Esta é uma pergunta que muitas mulheres fazem, dado que cuidar da alimentação é fundamental tanto para a mamã como para o bebé. Neste artigo vamos falar-lhe de tudo o que tem de saber sobre o consumo de marisco durante a gravidez.

Os especialistas sempre recomendaram limitar o consumo de peixe e marisco durante a gravidez devido ao risco de contaminação que existe. Embora o marisco seja uma excelente fonte de proteínas, há que ter cuidado com algumas variedades e, especialmente, com o peixe cru, como se encontra no sushi ou nos carpaccios.

(Também lhe interessa: Alimentação na gravidez)

O marisco é um alimento delicioso, mas durante esta etapa tão importante é fundamental impor limites, como em tantas outras áreas, daí que seja preferível optarmos por outras preparações culinárias que nos mantenham afastadas de qualquer risco.

(Também lhe interessa: Queijo parmesão na gravidez)

Quais são os riscos de comer marisco durante a gravidez?

Os médicos asseguram que os riscos são muito maiores do que os benefícios, pelo que o ideal será evitar o marisco ou, pelo menos, limitar o seu consumo a momentos pontuais e, sobretudo, se decidir comê-lo em alguma ocasião, certificar-se que está bem cozinhado, especialmente no caso dos mexilhões, chocos, polvo, ameijoas ou lagostins. Apesar destes poderem estar deliciosos, podem conter microrganismos ou agentes patogénicos perigosos.

A salmonelose é um dos principais perigos ao comer marisco durante a gravidez. É uma doença produzida pela ingestão de alimentos com uma bactéria chamada salmonela, causa de intoxicações alimentares, especialmente através de carne ou peixe crus.

Outros perigos estariam no anisakis, um parasita nematódeo que passa o seu ciclo vital no sistema digestivo dos peixes e mamíferos marinhos, e que também causa intoxicações alimentares, ou a toxoplasmose, uma doença infeciosa que, embora seja normalmente inofensiva, para um bebé é potencialmente perigosa.

O polvo e os chocos podem ser comidos em pequenas quantidades, tendo sempre cuidado de os cozinhar em altas temperaturas. O melhor será sempre evitar os alimentos crus. Não obstante, recomendamos-lhe que sempre que tenha dúvidas sobre que alimentos ou mariscos deve ingerir durante a gravidez consulte o médico, pois ele será a pessoa mais indicada para lhe recomendar um ou outro alimento, dependendo de cada caso particular.

Nalguns casos a ingestão de ácidos gordos ómega 3 também é importante, daí que se torne imprescindível definir uma boa dieta com um especialista para se manter bem nutrida durante a gravidez.

(Também lhe interessa: Beber álcool na gravidez)

Comeu peixe ou marisco durante a gravidez? Quais foram as recomendações que o seu médico lhe deu?

Também lhe interessa

Marisco na gravidez: precauções | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)