Mi bebé y yo

Os perigos do álcool na gravidez

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

É de conhecimento comum que o álcool é proibido durante a gravidez. Uma impressionante campanha lançada em Itália no passado dia 9 de Setembro lembra os perigos do seu consumo.

Alguns bebés evoluem com o risco de sofrer danos graves no seu crescimento e desenvolvimento neurológico devido à sua mãe beber álcool durante a gravidez. Trata-se de um comportamento que está mais do que proibido durante todo o processo de gestação. Para lembrar as futuras mamãs dos perigos que comporta o consumo de álcool durante a gravidez, no passado dia 9 de Setembro, tendo por base o Dia Internacional do Síndrome de Alcoolismo Fetal, lançou-se uma campanha subordinada ao lema “Demasiado jovem para beber”. Sob este lema pode ver-se o feto preso numa garrafa de cerveja, vinho, champanhe ou vodka.

O que é que acontece quando a grávida bebe álcool?

Quando a futura mamã bebe, o bebé também o faz. O álcool ingerido pela mulher chega alguns minutos mais tarde à corrente sanguínea do feto. Não obstante, o feto não consegue metabolizar o álcool porque ainda não possui as enzimas necessárias para o fazer e, portanto, não pode reduzir os seus efeitos tóxicos. As consequências desta situação variam consoante o mês de gestação em que se encontra a grávida e, evidentemente, conforme a quantidade de álcool ingerida. Durante o primeiro trimestre de gravidez, a ingestão de álcool pode provocar malformações físicas no bebé, enquanto nos meses posteriores aumenta o risco de sequelas neurológicas, causadoras de atrasos mentais mais ou menos graves.

Os especialistas asseguram que durante a gravidez não se pode beber absolutamente nada de álcool, pois este atua como uma droga, alterando o funcionamento correto do corpo: afeta a tensão arterial, o sistema renal e o estado de ânimo. Com a campanha lançada dia 9 de Setembro, pretende-se consciencializar as grávidas já que muitas delas ainda desconhecem os riscos do consumo de álcool para o bebé.

Pode beber-se álcool durante a amamentação?

O bebé pode ser igualmente afetado dado que o álcool que a mãe consuma passa para o seu leite. Este pode provocar sonolência, perda de apetite e atrasos no crescimento e desenvolvimento do bebé. O mais aconselhável é a mãe abster-se de ingerir álcool se dá mama ao bebé.

(Também lhe interessa: Agenda de crescimento do bebé)

Também lhe interessa

Os perigos do álcool na gravidez | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)