Mi bebé y yo

Funções e níveis normais da hormona luteinizante

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Também conhecida como lutropina, a hormona luteinizante (LH) faz parte do grupo de hormonas chamadas gonadotropinas e desempenha uma função determinante na reprodução feminina. Quais são as suas funções e quais os níveis normais desta hormona?

Nas mulheres, o aumento da hormona luteinizante desencadeia a ovulação. Esta hormona, além disso, tem um papel preponderante na regulação do ciclo menstrual e, tanto para os homens como para as mulheres, é essencial para a reprodução.

As funções da hormona LH na mulher

Até à etapa final da fase folicular, dá-se um aumento da secreção desta hormona, que dura entre um e dois dias e produz, por sua vez, a ovulação, ou seja, a extração do ovócito do ovário. Este aumento da LH induz também a secreção de hormonas esteroides foliculares, como a progesterona, cuja finalidade é preparar o endométrio para a possível implementação do embrião no caso de o óvulo ser fecundado.

No caso de existir uma gravidez, a hormona LH vai ser necessária durante os primeiros 15 dias para que se mantenha a função do corpo lúteo, enquanto o organismo produz uma outra hormona, a da gravidez (hCG), que será responsável por manter o nível de progesterona durante os primeiros meses e que irá nutrir o corpo lúteo para que o organismo da mulher não rejeite o feto de forma natural durante o primeiro semestre.

(Também lhe interessa: O que é a fase lútea?)

As análises da hormona luteinizante nas mulheres servem para compreender as causas da ausência de período, ou de uma esterilidade ou hipogonadismo, um defeito do aparelho reprodutor que causa a perda funcional das gónadas.

(Também lhe interessa: Testes de ovulação: funcionam?)

Quais são os valores normais da hormona LH na mulher?

Na mulher, o nível da hormona LH pode diminuir no caso de ausência de menstruação, embora também possa acontecer um aumento devido a uma insuficiência ovárica, menstruação precoce, tumor na hipófise ou ovários policísticos.

As análises de sangue permitem avaliar o estado e a funcionalidade dos ovários e, através deste estudo, pode verificar-se a fertilidade da mulher de forma detalhada. Esta análise é, além disso, um marcador fundamental da menopausa.

(Também lhe interessa: Dicas para engravidar)

Os níveis normais são os seguintes:

  • Antes da ovulação: 2-6 uds. por litro de sangue
  • Durante a ovulação: 6-20 uds. por litro de sangue
  • Fase lútea, depois da ovulação: 3-8 uds. por litro de sangue
  • Na menopausa: mais de 30 uds. por litro de sangue

Deste modo, perante os valores, há que ter em conta que os níveis normalmente são mais baixos em casos concretos, como a anorexia ou quando se toma um contracetivo por via oral.

Também lhe interessa

Funções e níveis normais da hormona luteinizante | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)