scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Pernas e pés inchados: causas e soluções

facebook twitter whatsapp

A retenção de líquidos e o inchaço dos pés e das pernas é um dos transtornos mais comuns durante a gravidez. Explicamos-lhe as causas e as soluções mais eficazes para aliviar este mal-estar.

A gravidez implica, por um lado, o aumento do volume do útero, o que é um obstáculo ao refluxo venoso, e, por outro lado, uma profunda alteração hormonal. Estes dois fatores são a causa do inchaço e do peso nas pernas, que podem ocasionar, além disso, transtornos circulatórios e, inclusivamente, varizes. Fatores externos como o calor também contribuem para piorar o incómodo.

Este problema, que não depende nem da idade nem dos quilos a mais da mulher, afeta da mesma forma as mães mais jovens e magras.

Tratamentos para pernas e pés inchados

- Para prevenir o inchaço, é importante que a futura mãe se mantenha ativa, por exemplo, caminhando. O ideal é fazer uma caminhada de meia hora, em passo ligeiro, pelo menos duas vezes por dia. Também é bom praticar algum desporto adequado durante a gravidez.

- Usar meias de descanso graduadas durante o dia e repousar com as pernas elevadas também ajuda a aliviar as pernas e pés inchados. As meias de descanso facilitam o refluxo venoso e proporcionam uma sensação de bem-estar às pernas.

- Para obter o alívio das pernas inchadas, pode recorrer a cosméticos descongestionantes e refrescantes, ricos em óleos essenciais, que acalmam a sensação de peso. Um creme ou gel refrescante proporciona alívio aos pés e pernas cansados, especialmente se for aplicado com regularidade. Para reforçar a sua ação, é recomendável fazê-lo penetrar com uma massagem, até ser totalmente absorvido pela pele.

- Evite ficar demasiado tempo em pé. Quando estiver sentada, utilize um apoio de pés e mude de posição com frequência. Durma com as pernas ligeiramente elevadas, com a ajuda de uma almofada.

- Vestidos e calças justas não são adequados para a futura mãe. Os saltos demasiado altos ou completamente rasos também não favorecem a circulação sanguínea, pelo contrário, agravam o inchaço dos pés e a sensação de peso nas pernas. A medida ideal está entre os três e os cinco centímetros.

- O consumo de mirtilo ou do seu extrato favorece a circulação sanguínea e está especialmente indicado para casos de inchaço dos tornozelos, cãibras e formigueiros nas pernas. Também existem fármacos vaso-protetores, à base de substâncias extraídas do mirtilo, que devem tomar-se com prescrição médica, e vitamina C. Os seus princípios ativos reforçam as paredes das veias e facilitam a circulação.

- Aumente o consumo de fruta, verduras e cereais integrais. Também não podem faltar na sua dieta alguns alimentos indicados para manter o sangue fluído, entre os quais o peixe, o alho, a cebola e o alho-francês.

-Tenha um cuidado especial com o sal, já que pode favorecer a retenção de líquidos.

- Para depurar o organismo do maior número de toxinas, é necessário beber um litro e meio a dois litros de água por dia. Isto deve ser feito sempre que não houver indicação em contrário do ginecologista.

- Atenção: um aumento deste incómodo ou a sua manifestação súbita nas extremidades são sintomas que devem ser comunicados ao ginecologista, já que são características da pré-eclâmpsia, uma síndrome potencialmente perigosa para o bebé e a mãe, e que se manifesta através de tensão alta e mau funcionamento dos rins. A pré-eclâmpsia requer repouso absoluto da grávida e, nalguns casos mais sérios, a administração de fármacos para baixar a pressão sanguínea.

(Também lhe interessa: Tensão alta na gravidez: causas, sintomas e soluções)

(Também lhe interessa: Doenças na gravidez)




Também lhe interessa

Pernas e pés inchados: causas e soluções | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro