Mi bebé y yo

Letargia, a falta de energia nas crianças

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Embora a letargia seja mais habitual nos adultos, é um problema que também pode atingir as crianças. Este transtorno pode ser devido a diferentes motivos, pelo que o seu tratamento pode variar consoante a causa que origina a letargia.

A letargia consiste numa perda completa, e temporal, da sensibilidade e do movimento, o que faz com que as funções vitais da criança que padece deste transtorno possam ficar debilitadas, podendo chegar a dar a sensação que faleceu. Há casos em que a pessoa afetada se apercebe e compreende tudo o que acontece à sua volta, mas não é capaz de reagir. A letargia lúcida faz referência à atividade psíquica que se conserva durante a letargia.

(Também lhe interessa: Dicionário de doenças comuns na gravidez, bebés e crianças)

Sintomas e causas da letargia

Nos casos mais graves de letargia a criança afetada fica imóvel e tanto o pulso como a respiração ficam praticamente impercetíveis, os membros perdem tonicidade e as pupilas ficam dilatadas, sem reagir de forma normal perante a luz.

A letargia também é uma sensação prolongada de fadiga e cansaço. A criança em estado letárgico permanece longos períodos de tempo sem se mexer e deita-se com preguiça. A falta de energia pode ser um dos desencadeadores desta sensação de letargia, mas também se associa esta condição a transtornos psicológicos ou doenças graves.

A anemia provoca a redução de glóbulos vermelhos no sangue, responsáveis pelo transporte de oxigénio aos órgãos do corpo, o que pode provocar a letargia. O fator mais comum da anemia é uma dieta pobre em ferro, normalmente relacionada com a desnutrição infantil, o que provoca a diminuição dos níveis de energia. Se o organismo não recebe as doses diárias de vitaminas, minerais e proteínas de que necessita, a criança vai sofrer uma quebra nos seus níveis de atividade, podendo chegar a entrar num estado letárgico.

Outra das causas da letargia é a falta de sono. Se a criança não descansa o suficiente, pode experienciar uma fadiga persistente, bem como não ser capaz de se concentrar para realizar as tarefas necessárias.

(Também lhe interessa: Como baixar a febre de bebés e crianças)

Tratamento da letargia

Qualquer sintoma de letargia pode ser indício de uma doença grave, pelo que é importante consultar o pediatra para que este realize os exames necessários para encontrar a causa desta condição.

O tratamento vai depender daquilo que motiva a letargia. Em certos casos, quando é causada por um susto forte ou um choque, pode passar sem necessidade de se submeter a nenhum tratamento, mas se o motivo for fisiológico será necessário que o pediatra averigue a causa da letargia de modo a poder indicar o tratamento mais adequado.

(Também lhe interessa: Doenças de crianças)

Também lhe interessa

Letargia, a falta de energia nas crianças | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)