Mi bebé y yo

Termómetro digital: é o mais apropriado para as crianças?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

O termómetro é um dos utensílios imprescindíveis quando temos um bebé em casa, pois a medição da temperatura do corpo é básica para verificar o seu estado de saúde. Mas porque é que o termómetro digital se considera a melhor opção para medir a temperatura? Vamos explicar tudo!

É bastante provável que todos tenhamos usado pelo menos uma vez os clássicos termómetros de mercúrio. No entanto este tipo de aparelho já não se comercializa e está proibido desde 2014 devido à toxicidade deste metal. O mercúrio constitui um risco tanto para os humanos como para o meio-ambiente. Por esta razão não é a opção mais segura para os bebés. Segundo referem os especialistas, o termómetro digital é a escolha mais recomendada para medir a temperatura dos mais pequenos.

(Também lhe interessa: Febre em bebés: o que fazer)

Porque é que os termómetros digitais são a melhor opção?

Os especialistas costumam recomendar os termómetros digitais porque avaliam muito rapidamente a temperatura corporal das crianças. Além disso são muito precisos e não contêm nenhum tipo de material tóxico ou contaminante. Este tipo de termómetro eletrónico utiliza sensores de calor para registar a temperatura do corpo. No mercado existe uma grande variedade de modelos precisos adaptados a diferentes partes do corpo (axila, reto, ouvido, testa ou como uma chupeta). O termómetro digital avisa-nos quando se chega à temperatura máxima, sinal de febre.

Embora existam termómetros digitais adaptados às partes do corpo mais sensíveis e eficazes ao avaliar o calor corporal, um termómetro digital normal, o axilar, pode servir para controlar o estado dos nossos pequenos. A temperatura dos bebés costuma ser medida, muito cuidadosamente, no reto, sem esquecer que, neste caso, a temperatura é 0,5 graus centígrados mais elevada do que a axilar. Posteriormente, é preferível medir na axila, dado que os bebés costumam mexer-se muito e incomoda-lhes este tipo de medição.

Neste tipo de termómetros não é necessário calcular o tempo de medição, pois avisam-nos quando se chegou ao final da medição. No caso do termómetro não o fazer, é aconselhável mantê-lo durante dois minutos no reto ou na boca, ou quatro minutos na axila.

A única consideração importante por parte dos especialistas no que diz respeito a este tipo de termómetros é que estes nunca devem cair nas mãos das crianças, pois costumam vir com pilhas que podem ser muito perigosas no caso de ingestão.

A febre e o termómetro digital

Não nos podemos esquecer que a febre é uma resposta do organismo a uma infeção ou inflamação, embora existam outras causas que a possam desencadear. O corpo alerta-nos para algo que está alterado no nosso organismo e, em consequência, as defesas atuam. Os pais devem aprender a identificar a febre e levar a criança ao pediatra no caso da temperatura corporal ser superior aos 38 graus centígrados.

Quando o termómetro nos indica que a temperatura é superior aos 38 graus é preciso cuidar da criança controlando a febre e tentando baixar a temperatura com os medicamentos adequados, ou remédios caseiros.

(Também lhe interessa: Como baixar a febre em bebés e crianças)

Também lhe interessa

Termómetro digital: é o mais apropriado para as crianças? Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)