Mi bebé y yo

Regresso à escola: sem problemas nem traumas

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Depois das férias voltam as aulas, os livros, o material escolar e os deveres. Damos-lhe alguns conselhos para que o regresso às aulas seja o menos traumático possível para si e para os seus filhos.

Provavelmente, por estes dias, o seu filho voltará ao colégio ou à escola. Se assim é, não se preocupe: o regresso às aulas, à rotina, é dura mas as crianças também se sabem adaptar. Se começam uma nova etapa na qual têm de enfrentar mudanças, é muito normal que se neguem a ir nos primeiros dias de escola. Podem chegar a sentir medo de não serem aceites, o que se apresenta, muitas vezes, na forma de dores abdominais ou vómitos matinais. A nossa atitude, nestes casos, deve ser de máxima tranquilidade. A criança deve saber que a entendemos, que sabemos o que lhe está a acontecer e que vamos estar com ela e ajudá-la a adaptar-se. A criança nunca se deve sentir sozinha.

(Também lhe interessa: Enurese infantil ou xixi na cama: o que é, causas e como ajudar a criança)

Se as crianças voltam à escola mas regressam à mesma que frequentavam antes, a mudança não será tão dramática para elas. Pouco a pouco devemos ir falando do regresso à escola, motivá-las com a compra do material escolar e partilhar com elas momentos como o da preparação dos livros e cadernos para o novo ano escolar.

Não obstante, quer se trate de um caso como de outro, oferecemos-lhe uma série de conselhos que poderão ser muito úteis para que o regresso às aulas seja menos traumático.

Regresso às aulas: o que fazer

  • O momento da entrada na escola é crucial. Deve fazer-se de forma gradual e devem ser os pais quem facilita a aproximação da criança ao professor ou professora. Observando a atitude tranquila dos pais, a qualidade da sua relação com a educadora, a criança vai acabar por ter confiança na pessoa que vai ficar com ela quando os pais não estiverem presentes.
  • Um bom método para facilitar a volta à escola é preparar a criança explicando-lhe antecipadamente como será o dia seguinte, quando começar a escola, antes de ir dormir, como se fosse uma história. Isto vai fazer com que a criança se sinta mais segura.

(Também lhe interessa: Histórias para dormir: as 10 melhores)

  • A criança deve ver sempre a comunicação constante entre os seus pais e os professores. A comunicação deve ser fluida e sem obstáculos.

Regresso às aulas: o que não fazer

  • Para criar uma sensação de continuidade entre a casa e a escola a separação deve ser calma. Às vezes, para não encarar o desgosto da separação, afastamo-nos rapidamente da criança, quase às escondidas. No entanto, esta atitude cria muita insegurança na criança. Se ela não se quer separar dos seus pais de modo nenhum, uma atitude tranquila mas firme permite-lhe convencer-se e aceitar a situação com melhor disposição.
  • Desde pequeninas, as crianças notam se a mãe ou o pai estão convencidos ou não das decisões que tomam. Se perceberem que há uma boa sintonia entre os seus pais e os professores, se não pressentem desconfiança nem ciúmes, vão conseguir enfrentar a nova situação sem se ressentirem e com serenidade.

Comporta-se de uma maneira diferente na escola e em casa

Muitas crianças têm comportamentos diferentes em casa e na escola, e é normal que assim seja. A criança aprende rapidamente a adaptar-se aos diferentes ambientes. Em casa, a mãe ou o pai tomam conta dela a tempo inteiro e a criança, sabendo que é o centro da atenção, atua em sintonia. Na escola, sabe que não é da mesma maneira e vê-se obrigada a partilhar os cuidados dos adultos com outras crianças e a respeitar as regras que a vida em comunidade lhe propõe. Na escola, a presença de outras crianças, por exemplo, desencadeia nela o mecanismo da imitação.

(Também lhe interessa: Yoga para crianças: benefícios e posturas)

(Também lhe interessa: Constipação na criança: sintomas, causas e tratamento)

Tem algum outro conselho que possa oferecer a outras mamãs sobre o regresso às aulas? Adorávamos saber a sua opinião!

Também lhe interessa

Regresso à escola sem problemas | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)