Mi bebé y yo

Mastite: causas, sintomas e tratamento

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

A mastite é um dos problemas mais comuns que aparecem no peito da mamã durante a amamentação. É importante a sua prevenção, prestando especial atenção à higiene e às gretas nos mamilos. Saiba tudo sobre a mastite neste artigo.

A mastite é uma inflamação das mamas cuja origem pode ser devida às causas que enumeramos em seguida.

Causas da mastite

  • A mastite pode ser devida a uma infeção causada, geralmente, pela penetração de micróbios no interior da glândula mamária através de gretas ou de cortes nos mamilos.

 

Além disso, a mastite pode ser provocada pelo estancamento de leite no interior da mama devido, por exemplo, ao facto de saltar uma ou mais tomas.

 

A mastite também pode ser provocada pelo hábito de usar soutiens apertados ou por agarrar o mamilo como uma “pinça” durante a toma.

 

Nalguns casos, deve-se a uma descida temporal das defesas imunitárias da mamã.

Sintomas da mastite

A mastite pode manifestar-se à volta do terceiro ou quinto dia da amamentação, ou entre a segunda e a quarta semana. Os sintomas são febre alta precedida por tremores, mamas maiores, grandes, duras, tensas e com a zona da pele avermelhada e brilhante.

Tratamento da mastite

É importante tratar a tempo esta inflamação, pois caso contrário pode levar à formação de pus.

  • Se a mastite se trata nas suas fases iniciais, pode ser suficiente aplicar uma bolsa de gelo sobre a zona e suspender a amamentação durante algumas mamadas, esvaziando o peito com uma bomba tira-leite na hora que coincidiria com a toma.

(Também lhe interessa: Quando e como usar a bomba para tirar leite)

 

  • Por outro lado, se a pele está avermelhada e brilhante, deve evitar-se a formação de um possível abcesso através de um tratamento antibiótico de 3 ou 4 dias que, evidentemente, será o médico a determinar. Ao mesmo tempo, a aplicação de compressas quentes e húmidas vai proporcionar um grande alívio.

Outros conselhos em caso de mastite

  • Faça repouso até que a infeção seja debelada.

 

Assegure-se que o bebé mama de forma correta.

 

Dê mama ao bebé mudando de posição frequentemente.

 

Antes da toma aperte um pouco a auréola para a amaciar e permitir a sucção do bebé.

 

Comece a toma pela mama inflamada.

 

Depois de cada toma extraia o leite do peito doente manualmente, com muito cuidado, para que seja favorecida a reabsorção da tumefação.

 

Uma compressa quente antes da mamada ajuda que a emissão de leite comece: deverá aplicar um pano quente molhado sobre a auréola durante 10 a 15 minutos.

 

Tome o antibiótico prescrito pelo médico.

 

Não deixe de amamentar.

Também lhe interessa

Mastite: causas e tratamento Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)