Mi bebé y yo

Quais são os sintomas de parto prematuro

( 0 votos) load

Para uma futura mamã é muito importante saber quais são os sintomas e os sinais de alarme de um parto prematuro dado que, em função do grau de prematuridade, nascer antes do momento adequado pode ter consequências negativas para o desenvolvimento do bebé.

Uma gravidez normal chega ao termo entre as 37 e as 42 semanas de gestação. Se o parto acontece antes da 21ª semana é considerado um aborto, pois o feto não está desenvolvido o suficiente para sobreviver fora do útero; se acontece entre as semanas 21 e 37 considera-se um parto prematuro, e se alarga para além das 42 semanas é denominado parto tardio.

Cerca de 10% das mulheres grávidas têm sintomas de parto prematuro, pelo que é importante reconhecê-los para poder aturar a tempo, parar os sintomas e conseguir que o bebé continue com o seu desenvolvimento na barriga da mãe até que o nascimento aconteça na hora certa.

(Também lhe interessa: Cerclagem: o que é e quando se torna necessária)

Sintomas de parto prematuro

Alguns destes sintomas podem ser próprios de uma gravidez normal, no entanto perante a menor suspeita de um parto prematuro devemos consultar o médico. Estes são os sintomas mais comuns:

Aumento da frequência das contrações: entre as semanas 21 e 37, contrações com uma frequência de 15 minutos ou menos, de entre 20 segundos e 2 minutos cada uma.

Pressão intensa sobre a púbis: na pélvis, ancas e parte interna das coxas, como se o bebé estivesse a empurrar para baixo.

Dor contínua na zona lombar.

Cãibras ou cólicas abdominais: como se tivesse a menstruação, durante mais de uma hora, com ou sem diarreia.

Aumento e alteração do fluído vaginal: que pode variar em cor e consistência, podendo ser transparente e mucoso, ou tornar-se rosado ou acastanhado.

Sangramento vaginal: durante o segundo e o terceiro trimestre de gravidez.

Rotura da bolsa amniótica: sinal de que o parto vai acontecer dentro de algumas horas.

Expulsão do rolhão mucoso: sintoma de dilatação do colo do útero.

Sensação de sobressalto e desassossego.

Arrepios e aumento da temperatura corporal.

  • (Também lhe interessa: Eclâmpsia na gravidez: sintomas e riscos)
  • Como atuar perante os sintomas de parto prematuro

  • Os seguimentos médicos regulares diminuem a probabilidade de sofrer um parto prematuro, mas é importante saber o que fazer perante os sintomas de um parto prematuro.

No caso de ter contrações regulares, deve deitar-se sobre o lado esquerdo do corpo. Se numa hora não pararem terá de consultar o médico.

Se se observa saída de líquido pela vagina deve ir ao hospital, onde o médico avaliará qual é o seu estado e o estado do bebé e poderá receitar tocolíticos para parar o trabalho de parto. Nalgumas situações a grávida poderá voltar a casa e noutras terá de ficar no hospital, em função do estado de avanço da gravidez e da dilatação do colo uterino.

É importante estar sempre bem hidratada pois a desidratação reduz o volume de sangue e aumenta o nível de oxitocina, a hormona responsável pelas contrações.

Também lhe interessa

Quais são os sintomas de parto prematuro | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)