Mi bebé y yo

Fibroma: gravidez e segurança do bebé

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

O fibroma é um tumor, normalmente benigno, que cresce no útero da mulher. Ao ser diagnosticado, o seu tratamento vai depender da idade, da saúde e dos sintomas que a paciente apresenta, bem como da tipologia do mioma. O tratamento também vai ser condicionado no caso de existir uma gravidez ou no caso da paciente desejar ter filhos no futuro.

Neste artigo vamos abordar todos os aspetos relacionados com o fibroma numa mulher grávida

Miomas, fertilidade e gravidez

Os miomas ou fibromas não afetam a fertilidade das mulheres, embora o seu desejo de serem mães e a sua idade possam afetar o tratamento prescrito pelo ginecologista. Todavia, na realidade, as mulheres com miomas costumam ficar grávidas com bastante frequência.

Quando o mioma é subseroso ou intramural e tem um tamanho reduzido não afeta a fertilidade da mulher e, na sua maioria, as que estão grávidas continuam a sua gestação até chegar ao parto com total normalidade.

No caso do fibroma ter um tamanho superior aos quatro centímetros já podem surgir complicações como abortos, partos prematuros, deslocamento da placenta ou maior probabilidade de se ter de recorrer a uma cesariana.

Como se descobre um mioma na gravidez?

O diagnóstico inicial dos fibromas realiza-se através de uma ecografia de rotina, embora por vezes os sintomas como um sangramento estranho ou uma dor façam com que a mulher vá ao ginecologista e que este suspeite da presença de um fibroma.

Atualmente, a tecnologia permite a realização de um seguimento a uma mulher grávida com um mioma através de ecografias recorrentes, bem como ecografias 3D, com o objetivo de controlar um possível aumento do seu tamanho ao longo dos nove meses de gravidez.

(Também lhe interessa: Cesariana: como recuperar rapidamente)

O tratamento no caso de mioma durante a gravidez

A extração de um fibroma no caso de gravidez é contraindicada devido ao risco de se dar uma hemorragia grave. No caso do fibroma estar numa posição que obstrua ao feto o canal do colo do útero, a cesariana será quase obrigatória, embora este seja um caso muito pouco frequente.

Sendo assim, quando se diagnostica um fibroma a uma mulher grávida, o seu ginecologista é quem se encarrega de supervisionar tanto o desenvolvimento da gravidez como do mioma. No caso da grávida sentir desconforto o médico aconselhar-lhe-á tratamentos paliativos à medida.

Ainda assim, se o fibroma tiver um tamanho pequeno não constitui um perigo nem para a mãe, nem para o bebé, na maioria dos casos.

(Também lhe interessa: Aborto espontâneo: saiba as suas causas)

Também lhe interessa

Fibroma: gravidez e segurança do bebé | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)