Mi bebé y yo

Edemas na gravidez: quando consultar o médico

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Um dos incómodos mais frequentes da gravidez são os edemas, que se caracterizam por inchaço nas pernas e nos braços devido à retenção de líquidos, especialmente no final da gestação e em épocas de muito calor. Quando é que é melhor consultar o médico?

Os edemas na gravidez são muito habituais. As alterações nas propriedades do sangue fazem com que se acumule líquido nos tecidos, o que favorece o inchaço nalgumas partes do corpo. Por seu lado o útero, que cada vez fica maior, exerce pressão nas veias pélvicas, o que trava a circulação sanguínea e faz com que o sangue se acumule nos tecidos dos tornozelos e dos pés.

(Também lhe interessa: Causas e remédios para as pernas e pés inchados)

Quando começam a aparecer os edemas, os anéis deixam de servir e os sapatos começam a ficar muito apertados. O edema pode ficar muito pior no final do dia e no terceiro trimestre da gravidez. Também se pode dar o caso de serem especialmente severos em mulheres com gravidezes múltiplas.

Outro fator que favorece o seu aparecimento é o calor. Isto deve-se ao facto das temperaturas elevadas fazerem com que os vasos sanguíneos se dilatem , o que faz com que o sangue flua do coração às extremidades de forma mais lenta.

Com o nascimento do bebé, os edemas desaparecem com bastante rapidez uma vez que o corpo eliminou os excessos de líquido. Por isso, é provável que, nos primeiros dias depois do parto, as mamãs urinem com muita frequência e transpirem muito.

Quando devemos consultar o médico devido a edemas na gravidez?

Os nossos especialistas em ginecologia afirmam que, embora este inchaço seja habitual devido à retenção de líquidos, é importante consultar o médico para que este verifique se a grávida deve seguir uma dieta onde se diminua ou elimine por completo o sal, que costuma ser um dos grandes causadores da retenção de líquidos.

É possível que também as mãos fiquem inchadas. Se tal acontece de forma muito pronunciada, deve consultar o médico pois pode tratar-se de uma pré-eclâmpsia, uma doença muito grave tanto para a mãe como para o bebé. Não obstante, os olhos e a cara não costumam inchar.

A pré-eclâmpsia é uma condição que afeta entre 5 e 17 por cento das mulheres grávidas e que se manifesta com mais frequência a partir da 37ª semana, embora possa aparecer a qualquer momento a partir da segunda metade da gravidez, ou até depois de dar à luz. Surge quando a mulher grávida tem tensão alta e proteínas na urina.

(Também lhe interessa: Tensão alta na gravidez: causas, sintomas e remédios)

Não se conhece a causa exata da pré-eclâmpsia, embora muitos especialistas a relacionem com a dieta, os genes e transtornos imunitários. Os fatores de risco podem ser uma primeira gravidez, antecedentes familiares, gravidezes múltiplas, gravidez a partir dos 35 anos, antecedentes de diabetes, pressão arterial alta ou a obesidade.

Se está grávida e tem inchaços nas mãos, cara ou olhos, nota um aumento repentino de peso num período de dois dias, ou mais de 0,9 Kg por semana, consulte imediatamente o seu médico para que lhe faça um exame físico, de sangue e urina.

(Também lhe interessa: Doenças na gravidez)

Também deverá ir ao médico se notar que uma das suas pernas está mais inchada do que a outra, ou se tiver dores ou sentir incómodos na zona dos gémeos ou nas coxas, dado que se poderia tratar de um coágulo sanguíneo ou de outro transtorno grave.

Tem ou teve edemas durante a gravidez? Como é que resolveu o problema? Conte-nos o que lhe disse o médico e que remédios usou para os tratar!

Também lhe interessa

Edemas na gravidez: quando consultar o médico | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)