scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo
Doenças
Doenças

Esquisar doenças por inicial

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u v

Freio lingual curto: o que é e como afeta a linguagem

facebook twitter whatsapp

O freio lingual é a pequena membrana que une a língua à base da boca da criança e que permite os seus movimentos. Por vezes, o bebé tem o freio lingual mais curto do que o habitual. O que se deve fazer neste caso?

O freio é um ligamento que une a parte inferior da língua à base da boca e que permite o seu movimento. Nos recém-nascidos é bastante pronunciado e quase chega até à ponta da língua. Durante o crescimento, à medida que a língua da criança aumenta de volume, o freio vai-se redimensionando. No entanto, nalguns casos, o freio pode ser curto e espesso, o que dificulta os movimentos da língua.

Quando é que o freio lingual é um problema?

- Até aos 12 meses, o freio lingual curto não causa atrasos nem dificuldades para pronunciar palavras ou sugar.

- Depois do ano de idade, porém, pode-se transformar-se num problema, se a criança não consegue empurrar a extremidade da língua para fora dos dentes, para lá das gengivas ou se, quando empurra a língua para fora, esta se curva.

De que modo afeta o desenvolvimento da linguagem?

- Há anos, considerava-se, erroneamente, que o freio lingual curto provocava atrasos no desenvolvimento da linguagem e normalmente procedia-se a uma ao seu corte cirúrgico de forma rotineira. Hoje em dia, são tomadas mais precauções e a tendência é evitar as intervenções.

- No entanto, ainda existem determinadas condições nas quais se considera oportuno intervir. Concretamente, quando se produz uma alteração ao sugar por parte da criança, que provoque gretas nos mamilos, assim como também uma forma incorreta de comer e o seu consequente atraso no crescimento do bebé. Ou seja, não é tão importante a forma do freio como as suas consequências em relação ao ato de sugar.

Qual é o tratamento?

- Uma pequena intervenção cirúrgica, unicamente após o primeiro ano de vida, torna-se necessária nos casos mais raros, nos quais a criança não consegue tirar a língua da boca corretamente.

- Em alguns casos, é necessário realizar uma frenulectomia, que consiste em extirpar uma parte do tecido.

Em ambos os casos, a intervenção é simples e não acarreta riscos particulares.

(Também lhe interessa: Doenças de crianças)




Também lhe interessa

Freio lingual curto: o que é e como afeta a linguagem Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro