scorecardresearch
Siga-nos
Mi bebé y yo

Tensão alta na gravidez: causas, sintomas e soluções

( 19 votos) load
facebook twitter whatsapp

Quando a pressão arterial ultrapassa os níveis médios, referimo-nos a hipertensão ou tensão alta. Conheça as causas, os sintomas e as soluções fundamentalmente baseadas no controlo da alimentação.

O nível de pressão sanguínea é um dos indicadores mais importantes do estado de saúde na gravidez e deveria ser controlado com frequência, inclusive nos casos em que nunca foi detetado qualquer problema. As modificações físicas relacionadas com esta etapa podem alterar os valores da pressão sem aviso prévio, o que pode causar sérias complicações. No fundo, é simples: é preciso medir, regularmente, a tensão.

Os sintomas de tensão alta na gravidez

Se a hipertensão for leve ou moderada, talvez os sintomas não se manifestem e, como tal, o problema apenas pode ser identificado através de um controle constante.

- De qualquer modo, quando aparecem perturbações como: dor de cabeça, transtornos visuais (moscas volantes), zumbidos, dor na boca do estômago redução da diurese e edema ou inchaço, acompanhados de um considerável aumento de peso, informe o seu médico imediatamente, já que poderá tratar-se de pré-eclâmpsia, caracterizada pela tensão alta e pela presença de proteínas na urina.

(Também lhe interessa: Pés e pernas inchados durante a gravidez)

Por outro lado, a dor de estômago pode ser confundida com gastrite, algo bastante frequente no final da gravidez e que, na verdade, se trata de uma dor derivada do edema, que também afeta os órgãos internos, sobretudo o fígado.

A dieta adequada para a tensão alta

A principal solução no caso da hipertensão é o controlo sobre a nossa alimentação, principalmente em relação aos alimentos que contribuem para aumentar a pressão do sangue nas artérias. Tome nota!

(Também lhe interessa: Doenças durante a gravidez)




Os alimentos ricos em ácidos gordos essenciais (Ómega-3 e Ómega-6) são um benefício no combate à hipertensão, já que ajudam a reduzir o nível de colesterol, previnem a obstrução das artérias e facilitam a passagem do fluxo sanguíneo. Por esta razão, é recomendável consumir peixe azul. No mínimo umas duas vezes por semana.

0

Os alimentos ricos em ácidos gordos essenciais (Ómega-3 e Ómega-6) são um benefício no combate à hipertensão, já que ajudam a reduzir o nível de colesterol, previnem a obstrução das artérias e facilitam a passagem do fluxo sanguíneo. Por esta razão, é recomendável consumir peixe azul. No mínimo umas duas vezes por semana.

Entre os alimentos vegetais ricos em ácidos gordos essenciais, encontram-se os frutos secos. Nozes, amêndoas ou amendoins são uma boa opção para um lanchinho a meio da tarde.

1

Entre os alimentos vegetais ricos em ácidos gordos essenciais, encontram-se os frutos secos. Nozes, amêndoas ou amendoins são uma boa opção para um lanchinho a meio da tarde.

A Vitamina C ajuda a reduzir a hipertensão porque ajuda a relaxar as artérias que se encontram muito tensas. Os cítricos são alimentos bastante ricos em Vitamina C.

2

A Vitamina C ajuda a reduzir a hipertensão porque ajuda a relaxar as artérias que se encontram muito tensas. Os cítricos são alimentos bastante ricos em Vitamina C.

Em caso de tensão alta, também deve consumir alimentos ricos em cálcio, como leite, queijo e iogurte. O cálcio protege o coração, relaxa as artérias e ajuda a manter o equilíbrio do sódio e do potássio no nosso organismo.

3

Em caso de tensão alta, também deve consumir alimentos ricos em cálcio, como leite, queijo e iogurte. O cálcio protege o coração, relaxa as artérias e ajuda a manter o equilíbrio do sódio e do potássio no nosso organismo.

As verduras são bastante ricas em potássio, um elemento muito útil no combate da hipertensão, que compensa o sódio, ajudando a eliminar a água do organismo e reduzindo a pressão arterial.

4

As verduras são bastante ricas em potássio, um elemento muito útil no combate da hipertensão, que compensa o sódio, ajudando a eliminar a água do organismo e reduzindo a pressão arterial.

Também deve aumentar a presença de fruta na sua dieta. A banana, o pêssego e o alperce são muito ricos em potássio. A pera, o morango, os figos ou as uvas são muito ricos em Vitamina C.

5

Também deve aumentar a presença de fruta na sua dieta. A banana, o pêssego e o alperce são muito ricos em potássio. A pera, o morango, os figos ou as uvas são muito ricos em Vitamina C.

A sua dieta deve ser abundante em alimentos ricos em fibra. Os alimentos como os cereais integrais ajudam a combater a hipertensão.

6

A sua dieta deve ser abundante em alimentos ricos em fibra. Os alimentos como os cereais integrais ajudam a combater a hipertensão.

O sal é um dos condimentos que deve ser reduzido para combater a hipertensão. O aumento de sódio no organismo facilita a retenção de líquidos e o aumento da pressão arterial.

7

O sal é um dos condimentos que deve ser reduzido para combater a hipertensão. O aumento de sódio no organismo facilita a retenção de líquidos e o aumento da pressão arterial.

Não é recomendável tomar café durante a gravidez, e, em caso de sofrer hipertensão na gestação, está totalmente desaconselhado, já que provoca a subida da tensão arterial.

8

Não é recomendável tomar café durante a gravidez, e, em caso de sofrer hipertensão na gestação, está totalmente desaconselhado, já que provoca a subida da tensão arterial.

A pastelaria é igualmente desaconselhada, pois é rica em gorduras saturadas que aumentam o colesterol e a pressão arterial.

9

A pastelaria é igualmente desaconselhada, pois é rica em gorduras saturadas que aumentam o colesterol e a pressão arterial.

Foto 1 de 10
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9

Também lhe interessa

Tensão alta na gravidez: causas, sintomas e soluções | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)

Registro