Mi bebé y yo

Cárie infantil: causas e prevenção

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

As cáries costumam ser muito recorrentes em crianças que as começam a ter desde muito pequenas. Mas quais são as causas das cáries infantis? Podem ser prevenidas? Vamos explicar-lhe como fazê-lo através da higiene e da alimentação. 

Por volta dos três anos de idade uma em cada três crianças já tem cáries; aos quatro anos a percentagem ascende a 63 por cento e, aos cinco anos, esta percentagem situa-se quase nos 85 %.

Na maioria das vezes, a culpa é da mamã e do papá que não ensinam a criança a lavar bem os dentes: as cáries de um dente de leite nunca devem ser subvalorizadas pois, se não se tratarem rapidamente, podem provocar inflamações. Além disso, se o dente careado está tão estragado que tem de ser extraído, vai ficar um espaço vazio e os dentes permanentes vão crescer de forma desordenada que poderá obrigar ao uso de aparelho para o corrigir.

A cárie infantil é uma doença provocada pela proliferação de um micróbio chamado Streptococcus mutans nas lesões do esmalte causadas pela fermentação dos açúcares na boca. Nos recém nascidos esta bactéria não está presente, pelo que a única arma eficaz de prevenção é a higiene.

Prevenir a cárie infantil com a higiene

Durante os meses que precedem o aparecimento dos seus primeiros dentes, para eliminar as bactérias que se alojam nas gengivas podemos utilizar uma pequena gaze embebida em água que passamos principalmente ao longo da linha na qual vão rebentar os dentes.

Quando os dentes começarem a rebentar devemos esfregar os dentes e as gengivas do bebé com uma escova especial para bebés. Para neutralizar as bactérias basta empregar apenas água. O uso de dentífricos não é obrigatório. Aconselha-se a partir do momento em que o bebé cumpre o seu primeiro ano.

É muito importante ensinar a criança a usar a escova de dentes no mínio duas vezes por dia. Inicialmente será como uma brincadeira para ela. Vão ser os pais quem terá de completar a lavagem esfregando bem com a escova todos os dentes. No entanto, não se deve exagerar com a pasta de dentes. É suficiente aplicar uma pequena quantidade. Uma dose maior vai impedir de verificar se a limpeza se está a fazer de forma correta.

Evitar a cárie infantil com a alimentação

A principal ameaça para os dentes é o açúcar. Caramelos, doces e bolachas são um perigo para os mesmos, pois as substâncias açucaradas que estes alimentos contêm dissolvem-se na boca permanecendo muito tempo em contacto com os dentes. As bactérias da placa absorvem estes açúcares e produzem, por sua vez, ácidos que provocam cáries. Para o evitar, tem de se limitar o quanto possível o consumo de açúcares e, sobretudo, não acostumar a criança a beber infusões açucaradas, sumos de frutas ou dando-lhe a chupeta untada em mel ou açúcar.

É importante não esquecer que, para reforçar os ossos, e em particular os da mandíbula, as crianças precisam de sais minerais como o cálcio e o flúor e, de forma especial, a vitamina D.

(Também lhe interessa: Dentes de leite do bebé)

 

Também lhe interessa

Cárie infantil: causas e prevenção | O meu bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)