Mi bebé y yo

A importância da amizade entre crianças

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

No ambiente familiar, na vizinhança ou no colégio, vamos conhecendo, desde crianças, pessoas com quem partilhamos brincadeiras, aventuras e travessuras. A amizade entre crianças traz-lhes uma série de experiências que são muito importantes para o seu desenvolvimento.

A amizade entre crianças tem muitas vantagens: as crianças aprendem a partilhar com os outros tanto espaços como brinquedos, por exemplo, conseguem desenvolver a sua autonomia pessoal e aprendem em conjunto com os restantes amigos.

A tarefa dos pais consiste em saber aconselhar os seus filhos para que estes saibam escolher quem são os seus amigos e poder evitar, no futuro, problemas de socialização. Para tal é importante deixar de lado o autoritarismo e mostrar respeito, apoio e compreensão para com os filhos.

Para as crianças, o valor da amizade não é o mesmo que para os adultos, e o conceito de amizade entre eles vai evoluindo em função da idade.

(Também lhe interessa: Poemas de amizade)

A amizade nos primeiros anos

Durante os dois primeiros anos, as crianças vão aprendendo de forma natural ao mesmo tempo que brincam com outras crianças. Pouco a pouco vão mostrando preferências por alguns meninos e, durante esta fase na qual se dão as primeiras relações, o que mais se destaca é a troca de brinquedos.

Entre os 2 e os 3 anos, uma criança escolhe outra com quem possa brincar à mesma coisa, que depois se pode tornar um amigo inseparável, com quem se partilham muitas brincadeiras, mas até aos 4 anos primam as brincadeiras individuais face aos jogos de grupo.

Entre os 4 e os 6 anos as crianças começam a mostrar as suas preferências por certas brincadeiras e escolhem as suas amizades. Durante esta fase, se a criança tiver de mudar de colégio, tal não vai supor um problema tão grande como em fases posteriores da sua infância.

A partir dos 7 anos é a altura em que começam as brincadeiras de grupo, aceitando as regras dos jogos ao mesmo tempo que desenvolvem o pensamento e raciocínio lógico.

O conceito de amizade entre crianças muda a partir dos 8 anos e aparece a figura do melhor amigo, com quem se partilham vivências, brincadeiras, alegrias e tristezas. A partir desta idade, a amizade ajuda as crianças a construir uma identidade própria, entendendo o que significa partilhar e, ao mesmo tempo, com a segurança de sentir que se tem alguém com quem falar e ser ouvido.

Durante a adolescência a amizade tem um papel muito importante na vida dos jovens, pois estes acabam por passar mais tempo com os seus amigos do que com a sua família.

(Também lhe interessa: Jogos tradicionais: os 10 mais populares)

Como incentivar a amizade entre crianças

Relacionar-se com outras crianças desenvolve a autoestima e a segurança da criança, pelo que é importante que os pais incentivem os seus filhos a brincar com outras crianças para que possam aprender e partilhar experiências e socializar.

Ter amigos é importante para o desenvolvimento moral e emocional da criança, pois partilhar brincadeiras, comunicar ou resolver problemas ajuda na sua aprendizagem. Durante a idade escolar, as atividades extracurriculares são uma excelente forma de fazer amigos, uma vez que aqui se partilham interesses comuns.

Por fim, é muito importante recordar que os pais também são um exemplo para os filhos, pois as crianças aprendem as competências sociais a partir da observação dos adultos. Além disso, os pais devem ensinar os seus filhos a resolver conflitos, a desenvolver empatia e a estabelecer relações de modo a melhorar as suas habilidades sociais e a sentirem-se mais seguros.

(Também lhe interessa: A importância de educar crianças felizes)

Também lhe interessa

A importância da amizade entre crianças | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)