O meu bebé

Jogos de mesa para crianças dos 3 aos 5 anos

Neste artigo vamos falar sobre a importância dos jogos de mesa e sobre as considerações que devem ter enquanto pais antes de propor aos vossos filhos um jogo de mesa em família ou com amigos.

Para que os jogos de mesa para crianças cumpram a sua função e se aprendam novas habilidades, deve escolher-se o jogo cuidadosamente, para que se adapte à sua idade, para que a dinâmica do jogo não se torne muito complicada. Em seguida vamos enumerar uma série de características básicas que os jogos de mesa devem cumprir para serem jogados por crianças dos três aos cinco anos:

- Deve ter regras simples e fáceis de entender. É importante que, quando escolher um jogo, este não seja demasiado complexo. As crianças, nesta idade, ainda não têm capacidades para se comprometer com atividades que requeiram regras complicadas.

- Não deve ter peças pequenas. Pense que nestas idades as crianças têm as mãos pequenas e que ainda não coordenam muito bem os movimentos. Será sempre melhor escolher jogos com peças fáceis de manipular. Além disso, se forem muito pequenas pode correr-se o risco de asfixia. Será importante, em qualquer caso, haver sempre a figura de um adulto a supervisionar a dinâmica do jogo e a ajudar o pequeno para que o jogo possa continuar.

- Não deve ser necessário ler. Nesta idade as crianças ainda não entraram na escola, por isso não têm ainda esta capacidade, que normalmente se adquire entre os seis e os sete anos. O jogo, então, não se deverá basear na leitura, embora seja aconselhável que vão iniciando os pequenos na identificação de algumas letras e números.

- Deve ter uma duração curta. Os jogos de longa duração não entretêm as crianças. É importante que proponha jogos que não sejam muito extensos, para que possam desfrutar mais dos mesmos. Mais vale curto e divertido do que demorado e aborrecido.

- Deve incluir personagens. As crianças ficam fascinadas com histórias exóticas e personagens fantásticos. O jogo é uma das atividades favoritas das crianças e, se além disso nele aparecerem personagens deste género, a atividade será muito mais produtiva, amena e divertida.

(Também lhe interessa: Jogos para crianças)

 

Exemplos de jogos de mesa para crianças dos 3 aos 5 anos

No mercado podemos encontrar inúmeros jogos para crianças. A primeira tarefa dos pais vai consistir em verificar que o jogo que vão comprar se ajusta à idade do seu filho. Para crianças mais jovens, os puzzles simples são sempre uma boa escolha, por exemplo. Recomendam-se os de madeira, com peças grandes, para que as possam manipular com facilidade e não se estraguem. À medida que vão crescendo, pode ir aumentando o nível de dificuldade do jogo.

Os puzzles são, sem dúvida, a opção mais recomendada, porque existem mil variantes e são muito úteis para incentivar a aprendizagem das letras, números, cores, animais e até palavras simples em inglês.

Também se podem sentar com a criança na mesa, utilizar marionetas de dedo e fazer um pouco de teatro: ponham também o seu personagem favorito e convidem-no a interpretá-lo. Recomendamos que os personagens dos pais interajam com os seus, e que façam conversas para criar uma possível e divertida história.

Outra ideia fantástica, por muito simples que possa parecer, é preparar uma mesa cheia de cores, plasticinas, papeis e marcadores para que a criança expresse toda a sua criatividade e imaginação desenhando e criando formas e composições.

(Também lhe interessa: 10 ideias de plasticina para crianças)

Por fim, também pode comprar um jogo de papeis simples, como Roll & Play, que dispõe de um dado que, quando o lança, assinala uma cor, a qual, por sua vez, está relacionada com uma carta que propõe uma simples e divertida atividade, como pôr uma cara alegre, saltar quatro vezes ou imitar uma vaca. Trata-se de um jogo perfeito para se divertirem muito e introduzir facilmente as crianças no mundo das regras do jogo.

(Também lhe interessa: Jogos infantis tradicionais)

A que tipo de jogos de mesa joga o seu filho? Conte a outras mamãs como potencia a criatividade do seu filho através dos jogos!

Também lhe interessa…