O meu bebé

Como fazer uma árvore genealógica

Fazer uma árvore genealógica com as crianças é uma atividade muito enriquecedora. Além do mais, vai ajudá-las a lembrar os familiares que não veem com regularidade. Damos-lhe algumas ideias sobre como fazer uma árvore genealógica que, simultaneamente, lhes permite dar rédea solta à criatividade e as divertem muito.

Para os mais pequenos, fazer a árvore genealógica é uma experiência muito enriquecedora pois, além de os ajudar a lembrar o nome dos seus familiares, é uma maneira de aprender as palavras que designam os parentescos (especialmente os mais difíceis como “sogro” ou “cunhada”). Em função da idade da criança pode fazer-se um trabalho manual mais ou menos elaborado. Em seguida poderá encontrar algumas ideias de como fazer uma árvore genealógica dividida por idades.

(Também lhe interessa: Letras para pintar: imprima os dez cartões!)

Criança pré-escolar: como fazer a árvore genealógica

Com uma criança com menos de cinco anos, o melhor é simplificar a tarefa para fomentar a aprendizagem dos nomes dos seus parentes mais próximos, assim como o parentesco destes com a mamã e o papá.

Para tal, aconselhamos que imprima uma pequena árvore genealógica (sem muitos ramos ou sem muito espaço para familiares) das muitas que pode encontrar fazendo uma simples pesquisa na internet. Nela pode escrever (ou ajudar a que o façam) os nomes dos vossos parentes mais próximos enquanto lhes falam deles. Pode procurar fotografias antigas e contar histórias de quando eram mais jovens.

(Também lhe interessa: Canções infantis em inglês: As 10 mais populares!)

Fazer uma árvore genealógica com crianças dos 6 aos 11 anos

Com crianças um pouco mais crescidas já pode fazer um trabalho de investigação e até elaborar a árvore genealógica a partir do zero com uma cartolina e marcadores de cores. Nesta idade as crianças já podem perguntar diretamente aos avós como se chamavam os seus pais e os seus tios. Deste modo, podem passar bons momentos tanto eles como os avós! Ainda assim, para ampliar a aprendizagem durante a atividade, podemos incentivá-las a pesquisar as traduções das palavras que designam o parentesco em inglês, por exemplo.

Uma coisa que também os pode entusiasmar é fazer uma árvore genealógica para oferecer ou mostrar aos avós. E quanto maior for a criança, maior pode ser a árvore genealógica e remontar até a um século de história familiar!

(Também lhe interessa: 10 ideias para brincar com plasticina)

Esperamos ter ajudado a esclarecer as suas dúvidas acerca de como fazer uma árvore genealógica. De certeza que os seus filhos vão fazer uma árvore genealógica linda. Se quiser pode partilhá-las com toda a comunidade e enviar-nos uma foto através da página de Facebook da revista O Meu Bebé.

Também lhe interessa…