Mi bebé y yo

O que são os pensos tocológicos para o pós-parto?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Encontra-se num estado avançado de gravidez ou acabou de ter um bebé? Se a resposta é afirmativa, embora queira dedicar todos os seus esforços ao seu filho, lembre-se que também é importante cuidar de si. Durante o período de quarentena, produzem-se perdas abundantes de sangue, os lóquios, o que torna imprescindível a compra e o uso de pensos tocológicos.

As perdas de sangue durante o pós-parto, na fase de quarentena, são chamadas “lóquios. Devido à abundância e duração destas perdas, torna-se absolutamente necessário que a mamã esteja protegida com pensos durante vários dias, ou até semanas. Dado que os lóquios podem coincidir com a presença da cicatriz de uma possível episiotomia, o corte que se pode realizar durante o parto para facilitar a saída do bebé, ou até com uma possível laceração, é aconselhável que os pensos pós-parto cumpram com uma série de requisitos de modo a evitar problemas: trata-se dos pensos tocológicos ou ginecológicos.

(Também lhe interessa: Para que servem os pensos pós parto?)

Não use pensos normais depois do parto

Porque são necessários os pensos tocológicos? Uma coisa que muita gente não sabe é que os pensos normais, os que costumamos utilizar durante as menstruações, não se aconselham durante o período de pós-parto. Tal dependerá, evidentemente, de cada caso, mas as secreções do pós-parto costumam ser muito mais abundantes do que as provocadas pela menstruação.

Também não se recomendam porque o plástico e o adesivo que se encontram num penso normal impedem a transpiração, colam-se à pele e podem causar dores no caso de se prenderam aos pontos de uma normal episiotomia ou cesariana.

(Também lhe interessa: Cuecas descartáveis pós-parto: sim ou não?)

Pensos tocológicos, ginecológicos ou pós-parto

Devido ao desconforto e aos perigos acima descritos em relação a utilizar pensos normais no período do pós-parto, o mais conveniente é utilizar pensos concebidos especialmente para este momento. Os denominados pensos tocológicos ou ginecológicos são frequentemente recomendados pelas parteiras ou médicos. Trata-se de pensos de um tamanho maior do que o normal, bem como maior capacidade de absorção dos chamados lóquios pós-parto. Se não sabe o que são os lóquios, explicamos-lhe tudo aqui.

Depois do parto, no próprio hospital, vão dar-lhe um grande penso tocológico. Se sair do hospital com secreções abundantes, poderá encontrar na farmácia pensos tocológicos elaborados com uma alta percentagem de algodão (o que os torna mais transpiráveis). Também poderá experimentar as cuecas descartáveis ou as que têm por dentro uma tira de 100% de algodão.

Durante os primeiros 15-20 dias produzem-se as perdas mais abundantes, embora estas vão diminuindo com o passar dos dias. Por vezes podem durar até um ou dois meses, mas acabarão por desaparecer por completo. Entretanto, poderá experimentar os diferentes pensos tocológicos que se vendem nas farmácias, até encontrar os que melhor se adaptem às suas necessidades. Lembre-se que, dependentemente do tipo de parto e das suas características físicas, vai preferir uns ou outros.

(Também lhe interessa: Cinta pós-parto: é melhor usar ou não?)

Também lhe interessa

O que são os pensos tocológicos para o pós-parto? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)