Mi bebé y yo

Para que servem os pensos pós-parto?

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Durante as primeiras semanas após ter dado à luz produzem-se secreções vaginais chamadas lóquios, que contêm sangue, tecido da placenta e muco cervical. Para a sua absorção, devem-se usar produtos higiénicos específicos: os pensos pós-parto.

Na etapa em que se produzem os lóquios, que pode durar entre seis e oito semanas aproximadamente depois do parto, não se podem usar tampões e deve recorrer-se ao uso de pensos pós-parto, também chamados de pensos tocológicos ou pensos ginecológicos. Como são estes pensos? Que diferenças têm em relação aos normais?

Pensos pós-parto para os primeiros dias após o parto

Depois do parto, na maternidade ou no hospital onde a mamã deu à luz, costumam dar pensos grandes, que são os adequados para os primeiros dias, que é a altura em que os lóquios são mais abundantes. Trata-se dos pensos pós-parto. Pode acontecer, até, que as perdas sejam tão abundantes que seja necessário o uso de um par de pensos para absorver as secreções.

Do mesmo modo, durante estes primeiros dias, também é aconselhável usar cuecas grandes, pois é preciso mais espaço para colocar os pensos pós-parto, e que sejam descartáveis, pois é provável que se acabem por sujar.

Estes primeiros pensos pós-parto devem ser de celulose, com cerca de 90% de algodão, ou 100% de algodão, e sem plástico nas suas capas, dado que este material dificulta a transpiração e poderia aderir aos pontos.

Nas farmácias podem encontrar-se este tipo de pensos pós-parto, que são grandes e perfeitos para as duas primeiras semanas depois de ter dado à luz.

(Também lhe interessa: Cintas pós-parto: é melhor usá-las ou não?)

Pensos pós-parto para as primeiras semanas depois do parto

À medida que vão passando os dias, os lóquios tendem a diminuir. Neste caso, se as perdas são de pouco volume, a mulher pode preferir utilizar pensos com um tamanho normal, embora a roupa interior não deva ser muito justa e a zona se dever manter o mais seca possível. Tem de verificar se os pensos normais não utilizam capas de plástico nem produtos químicos, que não são recomendáveis durante esta etapa, pois esta zona é muito sensível e pode irritar-se facilmente.

No caso da mulher necessitar de uma maior proteção, pode continuar a usar os pensos pós-parto com ou sem alas, já que os pensos grandes não costumam ter abas.

O que continua a ser aconselhável é usar pensos de algodão, pois continua a existir o risco de infeção e é necessária uma boa transpiração. Também é importante que tenham uma trama lisa e com capas finas, pois existem pensos de algodão que são revestidos por uma espécie de rede, que poderia agarrar-se aos pontos.

Por outro lado, no que diz respeito à sua utilização, deve ter em conta que é preciso mudá-los frequentemente, de modo a prevenir o risco de infeção e evitar humidade em excesso.

(Também lhe interessa: Pós-parto: depois do parto)

Também lhe interessa

Para que servem os pensos pós-parto? | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)