Mi bebé y yo

Metaplasia escamosa: causas e tratamento

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

O Dr. Enrique Ripoll Espiau explica o que é a metaplasia escamosa, quais as suas causas, quais os possíveis tratamentos e a sua relação com o pós-parto.

A metaplasia escamosa é uma diferenciação das células do colo do útero que não tem um significado relevante, pois normalmente a sua evolução é em direção à cura. Faz parte das chamadas pseudoerosões ou falsas feridas do útero. É uma situação que deverá ser seguida pelo médico e, se não cicatrizar na sua evolução, poderá recorrer a uma coagulação térmica ou por frio, o que se pode efetuar no próprio consultório médico, se os profissionais tiverem o material necessário.

Causas da metaplasia escamosa

Existem diferentes causas que podem provocar a metaplasia escamosa do colo do útero: aumento da acidez no pH da zona (o que acontece durante a adolescência), inflamação ou irritação, substâncias químicas, estrogénios, o défice de vitamina A, pólipos e contracetivos orais e alterações significativas no organismo, como é o caso do parto.

(Também lhe interessa: Primeira menstruação pós-parto: tudo o que deve saber)

Tratamento a seguir

A metaplasia escamosa do colo do útero não precisa de seguir um tratamento, apenas um controlo médico. De facto, dentro dos resultados que se obtêm quando uma mulher faz uma citologia, a metaplasia escamosa está classificada como não maligna, ou seja, não é algo perigoso. Normalmente, ao longo dos exames médicos os resultados variam até que aparecem completamente normais.

Recuperação do útero após o parto

Depois de dar à luz, o corpo necessita de algum tempo para se recuperar de todas as mudanças vividas. O útero, que durante nove meses serviu de alcofa para o bebé, deverá recuperar o seu tamanho paulatinamente. Para tal produzem-se uma série de contrações abdominais, também conhecidas por “dores tortasque ajudam o útero a voltar às suas dimensões originais (7-8 centímetros). No dia seguinte ao parto, o útero ter-se-á reduzido sensivelmente: mede entre 18 e 20 centímetros de comprimento. Também o coo do útero se vai recuperando gradualmente, passando dos 10-12 centímetros de abertura, necessários para que o bebé possa passar durante o parto, até aos normais 3-4 milímetros.

(Também lhe interessa: Em forma depois do parto: é possível?)

 

Também lhe interessa

Metaplasia escamosa: causas e tratamento | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)