O meu bebé

Partos naturais e fisiológicos: as vantagens para o bebé e para a mãe

O que é um parto natural? É o mesmo que um parto vaginal? Neste artigo explicamos-te exatamente em que consiste dar à luz de forma natural ou fisiológica, porque é importante saber que nem todos os partos vaginais são naturais. Muito interessante e esclarecedor!

Pode parecer estranho, mas, atualmente, o que deveria ser normal, converteu-se numa exceção. Um parto natural ou fisiológico é cada vez mais raro, e, por outro lado, multiplicam-se os partos induzidos, as cesarianas, as manobras e as práticas, que vão desde o rebentamento das águas à administração de fármacos, como a oxitocina, passando pela episiotomia, que ainda se faz, em muitos casos, de forma rotineira.

No entanto, a natureza coloca à nossa disposição um mecanismo perfeito para parir de forma natural e que salvaguarda a saúde, tanto da mamã como do bebé, sempre que não aconteçam “intromissões”. Mas o que é exatamente um parto natural ou fisiológico? É o mesmo um parto vaginal que um parto natural?

recien parida

O que são e como são os partos naturais?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define como parto natural ou "normal" um parto que se inicia de forma espontânea, com baixo risco desde o início até ao final dos trabalhos de parto. O feto é expelido por via vaginal, em direção vertical (quer dizer, com a cabeça para baixo, em direção ao canal do parto), entre a 37ª semana e a 42ª semana de gestação e, depois do nascimento, tanto a mãe como o bebé gozam de boa saúde.

Nestes casos a OMS recomenda o mínimo de intervenção médica de forma a garantir a segurança da mamã e do bebé, pois de outra forma ambos correm o risco de sofrer de danos colaterais.

Portanto, no parto natural ou fisiológico, sempre que ocorra sem obstáculos, são postos em marcha, de forma espontânea, uma série de processos que garantem o bem-estar tanto da mãe como do recém-nascido. Definitivamente, nem sempre um parto vaginal é natural.

parir naturaleza

Quais as diferenças entre um parto natural e um parto vaginal?

Embora sejam muitas vezes confundidos, o parto natural e vaginal são coisas distintas. Quais são as principais diferenças? Vamos explicar em baixo.

- O parto natural dá-se de forma espontânea, seguindo o curso da Natureza, sem qualquer intervenção artificial: sem anestesia, sem oxitocina, sem prostaglandinas, sem episiotomia, sem fórceps nem ventosa.... Por outras palavras, o parto natural é um parto sem intervenção médica.

- O parto natural também é um parto vaginal, no sentido de que tem lugar por via vaginal e não por cesariana.

- O parto vaginal não é, necessariamente, um parto natural. Denomina-se vaginal ao parto produzido por via vaginal, mas no qual pode existir intervenção externa por parte da equipa médica. Quer dizer, quando se aplica a anestesia epidural, quando se faz uma episiotomia ou quando se usam fórceps, não podemos dizer que o parto foi natural, embora se tenha produzido por via vaginal.

Benefícios dos partos naturais para o bebé e a mamã

Em seguida, vamos enumerar alguns dos benefícios do parto natura, tanto para o recém-nascido como para a nova mãe.

- Nos partos naturais, o bebé nasce quando tem que nascer, sem apressar, sem pressões, respeitando a sua natureza e os seus tempos.

- Um bebé que nasce depois de uma dilatação e um parto natural adapta-se à vida extrauterina de forma suave, progressiva, sem o sobressalto que advém de nascer de cesariana, por exemplo.

- As contrações do parto produzem-se de forma natural, sem serem forçadas ou de forma brusca; a mamã sente-as de forma gradual e adapta-se melhor à dor.

- O ambiente e a predisposição de todos os participantes no parto, começando, naturalmente, pela mãe, favorece o início precoce do aleitamento materno e o contacto pele a pele, ambos tão necessários para criar o vínculo mãe e filho desde o início.

Vídeos de partos naturais assombrosos

O parto natural é um acontecimento extraordinário. O início da vida de forma natural é impagável para a mãe e o bebé.

Tens aqui uma recompilação de partos naturais insólitos, no meio da natureza, a cantar, na água... e inclusive a ter um orgasmo! Não os percas, porque são uma maravilha da natureza e uma demonstração da capacidade das mulheres.

Parto natural na água

Não percas este vídeo impressionante! Nele podes ver um lindo parto na água, uma forma deliciosa de nascer, pois o bebé passa de um ambiente líquido (dentro da bolsa amniótica) a outro com uma temperatura muito similar.

Parto no carro

Dar à luz num carro sem nenhum tipo de ajuda enquanto vai a caminho do hospital? É possível! Tens a prova neste vídeo onde a protagonista dá à luz no seu carro, enquanto o seu companheiro conduz, tudo isto em tempo recorde! Não percas a magia da Natureza!

Parto orgásmico

Um parto orgásmico? Parece uma contradição, mas não é. Neste vídeo podes ver como a protagonista consegue ter um orgasmo no momento de dar à luz o seu filho. Como pode isto acontecer?

Parto a cantar

O uso da voz influencia a nossa mente e o nosso corpo e pode ajudar a futura mamã a dar à luz com maior serenidade, reduzindo a ansiedade e a dor. Neste vídeo, uma parteira explica-te em que consiste o parto carmático, em que a mulher da à luz articulando sons e vocalizações com o objetivo de relaxar e ajudar a dilatação.

Vídeo de @elenapajuelo

Vídeo de um parto natural ao vivo!

Quando uma mulher está grávida é normal que tenha muitas dúvidas e preocupações. Sobretudo se se trata do primeiro filho, uma das maiores incertezas é como será o parto: conseguirá perceber quando começar? Chegará a tempo ao hospital? Poderá suportar as contrações? Irei empurrar bem? Vai doer?

É totalmente normal que a futura mamã tenha medo do parto e que tenha muita curiosidade sobre o parto vaginal. Por esta razão, oferecemos-te um vídeo muito instrutivo e assombroso, onde poderás ver como é um parto vaginalna sua fase final: o nascimento do bebé. Estamos seguros de que este vídeo não só te vai emocionar, como também te irá animar e ajudar a eliminar os teus medos, a ser mais consciente e mais serena em relação ao momento do nascimento. Não o podes perder!

Porque não gostamos de ver, ou nos assustam, os partos naturais?

Na maioria dos casos, quando pensamos no momento do parto, associamo-lo a uma sala de partos, uma cama, ginecologistas, parteiras e outros profissionais. O que nunca imaginamos é aquilo que podemos ver nos vídeos de partos naturais que partilhámos: como uma mamã dá à luz ao seu quarto filho na água, rodeada de plantas, com música, a cantar…

Porque nos fascinam estas histórias? Porque gostamos de ver as formas mais curiosas, excêntricas ou arriscadas de dar à luz um bebé? Pura curiosidade? Admiração pela coragem da mulher? Seguramente será uma mistura de ambas, a curiosidade faz parte da natureza humana.

.........

Se queres partilhar com outras mamãs como foi o teu parto, as tuas sensações e vivências, estás à vontade de o fazer. Agradecemos-te muito. Deixa-nos o teu comentário!

Também lhe interessa…