Mi bebé y yo

A parteira, cada vez mais valorizada

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Um estudo elaborado pela Sfera MediaGroup em Espanha revela a importância crescente da parteira durante a gravidez e o parto, bem como o grau de satisfação das mamãs no que diz respeito aos hospitais da sanidade pública ou privada.

A parteira é a profissional de referência no cuidado ao parto natural e cada vez é mais valorizada pelas mamãs segundo o estudo Valoración matronas e preparación al parto, levado a cabo por Sfera MediaGroup através de um inquérito realizado a mais de 3.000 mulheres espanholas grávidas ou com bebés até um ano.

O estudo também pôs em evidência a elevada adesão aos cursos de preparação para o parto, cujas participantes avaliam com muito boa nota e recomendam de forma unânime.

Outra das conclusões significativas do estudo é que cada vez há mais mamãs que dão à luz de forma natural e a grande maioria o faz em hospitais públicos apesar dos centros privados obterem uma avaliação média ligeiramente superior aos da saúde pública.

A parteira, mais presente e mais bem avaliada

Em 2015 aumentou a percentagem de partos naturais: 72% das mamãs tem um filho de forma natural, o que representa 3% mais em comparação com os dados do estudo prévio elaborado em 2011. Este dado pode estar relacionado com o facto da parteira cada vez estar mais presente na sala de partos: nestes últimos quatro anos aumentou o número de partos que são atendidos apenas por parteiras (40%), ou conjuntamente pela parteira e ginecologista (44%). Apenas 16% dos partos são assistidos unicamente pelo ginecologista.

Além disso, as parteiras são mais bem avaliadas do que os ginecologistas pela sua atenção no parto natural. Assim, a pontuação que obtêm as parteiras por parte das mamãs durante o parto é de 4,6 em 5, duas décimas acima da avaliação outorgada aos ginecologistas, que é de 4,4.

As parteiras também recebem uma elevada qualificação durante a gravidez. As mulheres grávidas que assistem aos cursos de preparação para o parto avaliam a ajuda da parteira durante este processo com 4,2 em 5 e a sua resolução de dúvidas com 4,4. Estes resultados estão ligeiramente acima dos obtidos em 2011, quando, nas mesmas categorias, as mamãs lhe outorgavam um 4 e um 4,1, respetivamente, o que demonstra que a figura da parteira é cada vez mais importante para as mamãs. O estudo também revela que a satisfação com a parteira durante a gravidez é semelhante independentemente da futura mamã ter sido atendida na sanidade pública ou privada, seja mãe de primeira viagem ou tenha já mais filhos.

parteira1                                          parteira2

Grande adesão aos cursos de preparação para o parto

Segundo este estudo, 9 de cada 10 mulheres grávidas assiste ou pensa vir a assistir aos cursos de preparação para o parto. E 8 de cada 10 mães com pelo menos um filho assistiu a aulas de preparação para o parto durante a sua última gravidez.

As mamãs mostraram-se muito satisfeitas com a preparação recebida nestes cursos e outorgaram-lhe uma nota elevada, 4,2 em 5. Além disso, a grande maioria das assistentes, cerca de 97%, recomendaria os cursos de preparação para o parto a uma amiga.

parteira3

Mais partos nos hospitais públicos

Os dados do estudo revelam que 75% das mamãs recorrem à saúde pública para dar à luz, o que supõe um aumento de 6% em relação ao estudo elaborado em 2011. Não obstante, a saúde privada obtém uma maior avaliação em todos os aspetos analisados, especialmente em higiene, privacidade e atenção por parte da equipa médica. Com uma pontuação ligeiramente inferior, o trato do pessoal, a higiene e as instalações são os três aspetos mais valorizados nos hospitais públicos.

De todos os modos, as mamãs mostram-se satisfeitas com o centro onde deram à luz: 9 em cada 10 mulheres voltaria a parir no mesmo centro, independentemente de terem recorrido à saúde pública ou privada.

parteira4

Também lhe interessa

A parteira, cada vez mais valorizada Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)