Mi bebé y yo

Anti-inflamatórios durante a gravidez

( 0 votos) load
facebook twitter whatsapp

Podem tomar-se anti-inflamatórios durante a gravidez? Quais são as suas implicações? O Dr. Enrique Ripoll Espiau responde às suas dúvidas.

Os anti-inflamatórios são medicamentos que previnem ou reduzem a inflamação dos tecidos. Os mais prescritos são os chamados AINE ( anti-inflamatórios não esteroides), um grupo de fármacos que combatem tanto a dor como a inflamação e a febre, no caso de existir. Os AINE atuam bloqueando a síntese das prostaglandinas.

Em qualquer caso, sempre que for a medo por um problema de saúde, deverá informar sobre o seu estado, se está grávida, ou sobre a sua intenção de engravidarem breve.

(Também lhe interessa: Quais os medicamentos que pode tomar durante a amamentação)

Se a mulher está a tentar ficar grávida, o facto de tomar anti-inflamatórios e outros medicamentos para tratar transtornos concretos deve ter-se sempre em conta e, partindo da base que é preferível evitar qualquer medicamento quando se está à espera de um bebé, também é verdade que se a mulher tem uma doença, o benefício de tomar o fármaco é superior ao prejuízo no caso de não o tomar. No entanto, deverá sempre prevalecer o critério médico: o ginecologista que a acompanha deverá prescrever o medicamento mais adequado para cada caso considerando diferentes parâmetros.

Lista de medicamentos anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios não esteroides mais habituais são os seguintes:

  • Aspirina (Ácido Acetil Salicílico)
  • Diclofenaco
  • Flurbiprofeno
  • Naproxeno
  • Naproxeno
  • Sódico
  • Ibuprofeno

(Também lhe interessa: É perigoso tomar paracetamol durante a gravidez?)

Efeitos secundários dos anti-inflamatórios

Alguns dos efeitos secundários dos anti-inflamatórios não esteroides são os seguintes:

Podem favorecer o aparecimento de úlceras e ser prejudiciais para o estômago.

Os AINES podem diminuir a função renal e aumentar a pressão sanguínea.

Em caso de gravidez, diferentes estudos asseguram que o consumo de AINES duplicaria o risco de sofrer um aborto espontâneo nas mulheres que os usam entre as duas semanas anteriores à conceção até à 20ª semana de gravidez.

Dr. Enrique Ripoll Espiau

 

Também lhe interessa

Anti-inflamatórios durante a gravidez | O Meu Bebé Qual é a sua opinião?

Tem que se registrar para poder escrever um comentáro ou votar. Pode registrar-se aqui ou, se já tem conta, pode entrar.
ACEDER Á SUA CONTA
Memorizar-me
Entrar
REGISTAR-ME
JUNTE-SE À COMUNIDADE O MEU BEBÉ
REGISTE-SE GRÁTIS

Comentários (0)