Crianças

Crianças

mvitoria

Cães e crianças

Olá a todas, Alguém tem experiência entre ter animais de estimação e crianças? Temos um caniche muito fofinho e a minha filhota tem 1 ano. Para mim seria impossível dar a cadelinha, é parte da família. Gostava que a minha filha se adaptasse e também se habituasse a lidar com animais. Alguém passou pelo mesmo? Tiveram algum problema ou até acham que lhes fez bem? Obrigada!
Há 1 ano 3 meses
SEGUIR CONVERSA
Há 3 meses 3 dias
Leozinhacatt30
A minha cadelinha veio cá para casa 15 dias antes da minha bebe nascer! Toda a gente disse que eu era louca e que me iria arrepender.. Mas foi o melhor que fizemos, elas são as melhores amigas, estão a descer juntas e em questão de imunidades acho que correu bem! A minha filha com 2 anos do teve 2 constipacoes leves!! Promova passeios e rotinas e inclua o animal! Vai ver que para além de ser uma animação o seu bebe vai ser um adulto mais atento e bem formado por cuidar de animais desde sempre!
Há 1 ano 1 mês
TelmaSofiaMarques
Acho maravilhoso uma criança crescer com um ou mais animais de estimação. Quando eu nasci a minha família tinha dois cães um deles ainda bebé chamava-se scooby foi sempre uma grande companhia para mim até aos meus 14anos. Embora eu não seja filha única os meus irmãos tem uma grande diferença de idades de mim, por isso os meus cães foram sempre uma boa companhia. Todas as famílias que tenham crianças nao tenham receio de ter um animal em casa... as crianças são estimuladas pelos animais, tem mais defesas (eu nunca estava doente), começam a ter responsabilidades mudar a água , ajudar a preparar a comida , escovar etc... Hoje em dia infelizmente não posso ter animais que tenham pêlo( para grande desgosto meu) o meu marido ė asmático e ter alergia aos pêlos menos sem lhes tocar . Tenho 6 filhos todos adoravam ter animais... em casa so tenho peixes.. os cães e gatos têm em casa dos avós.
Há 1 ano 1 mês
Avatar de usuario
Olá. Quando engravidei tinha um cachorro lavrador muito agitado. Quando trouxe a minha pequena para casa ele (já com 1 ano e 35kg) só queria saber dela, sempre muito cuidadoso e atento. Tivemos de ter cuidado para ele não se "apoderar" dela, pois não a largava e não deixava qq um aproximar-se. Correu tudo bem, inclusive evitou algumas quedas dela, mas nunca esquecemos que ele é um animal e nunca os deixamos só os 2. Com cerca de 2 anos dela tivemos de redobrar a atenção pois ela apertava-o muito e fazia dele o que queria. Agora quase com 6anos dela, o balanço é extremamente positivo, nunca houve nada a apontar ao cão, pelo contrario. São 2 grandes amigos. Espero que corra tudo bem, sempre com muito amor e carinho e nunca deixando de dar atenção ao cão, também merece.
Los siguientes usuarios han agradecido: endrukk000
Há 1 ano 2 meses
mvitoria
Que exemplo amoro!! Espero que lá em casa também corra bem
Há 1 ano 2 meses
sofiarib
Concordo com que a outra mamã disse! Aliás adorei a história ^_^ Infelizmente eu não tenho animais por falta de espaço, mas acho que ter filhos não seria impedimento a isso. Até porque quero ter, um dia mais tarde se mudarmos de casa. Acho que seria melhor habituar a criança desde cedo, acredito que a brincadeira, cuidar do animal e tudo isso até contribui para o desenvolvimento da criança. E tornam-se humanos muito mais tolerantes, aprendendo a respeitar a natureza
Los siguientes usuarios han agradecido: mvitoria
Há 1 ano 2 meses
martajfc
Boa tarde, eu tenho duas cadelas rafeiras retiradas da rua, quando engravidei do meu menino, que agora tem 3 anos, já as tinhas cerca de dois a três anos cá em casa, nunca me passou pela cabeça desfazer das minhas "FILHAS" cadela, e desde logo tive toda a familia a bombardear-me, que agora teria que me desfazer deles. este foi o meu primeiro "problema" (esta entre aspas porque só é problema se achar-mos que o é de facto!), de resto tem sido mega tranquilo, até porque a energia que eu e o meu marido transmitimos é mesmo paz e tranquilidade, hora isso se reflecte no comportamento de deles e da criança. Primeiro passo é esse é estarmos tranquilos, segundo uma antes de pensar em engravidar comecei a NÃO deixar a Mel e a Eva não fazer e ter certos comportamentos, como por exemplo terem que passarem dormir na camas delas e não na minha. Depois quando ele nasceu, e meu marido trazia da maternidade as roupinhas do bebé, para quando eu regressasse, não estranhassem o cheiro pois já estariam acostumadas a ele. Depois quando regressei deixei que elas o cheirasse e sempre com tranquilidade sem stress, e permitia que saltassem para a cama, ou seja enquanto elas n podiam vir para a cama com o bebé eu já deixava. Tem sido um percurso muito tranquilo, claro quando começou a andar e a mexer e apertá-las tenho que estar por perto pois ele é uma criança e ainda não percebe que magoa e evitar as tais mordi-delas que acabam por acontecer. Explicar que não se faz!! Tenho a dizer que a Mel (porte médio grande) quando morde não aperta ou seja só abocanha, nunca fica e nem ficou marcado, mas claro que estou sempre atenta pois o meu filho é muito malandro e estou sempre a incutir que os animais são nossos amigos só se dá miminhos!! Vem muitas vezes fazer queixinhas que a Mel mordeu, acho uma piada pois ele as ve como "manas" e elas brincam ele. Só tenho medo de uma coisa no meio de tudo isto, é que o meu filho não tem medo nenhum de cães, e de gatos, e quando vamos na rua tenho que o agarrar, pq o animal não o conhece, e reacção mts vxs que eles podem ter, é morder, que é perfeitamente normal, mais trabalho adicional que os da rua não pode fazer logo miminhos bom peço desculpa pelo testamento mas querer é poder!!! Nunca abandonem!! E agora o meu pirata, vai ter mais uma maninha humana, e não estou minimamente preocupada com os patudos cá da casa, vai ser bem recebida tanto como foi do mano, tranquilo
Há 1 ano 3 meses
mvitoria
Olá a todas, Alguém tem experiência entre ter animais de estimação e crianças? Temos um caniche muito fofinho e a minha filhota tem 1 ano. Para mim seria impossível dar a cadelinha, é parte da família. Gostava que a minha filha se adaptasse e também se habituasse a lidar com animais. Alguém passou pelo mesmo? Tiveram algum problema ou até acham que lhes fez bem? Obrigada!
Los siguientes usuarios han agradecido: martajfc